sexta-feira, 13 de agosto de 2010

"Um maravilhoso livro - CANAÃ DE GRAÇA ARANHA - "

Canaã - Graca Aranha (8572326758)



Acabei de ler Canaã de Graça Aranha. Na verdade a quinta edição do mesmo ou seja de 1918.
Comprei em um sebo. Meio difícil de ler, pois a ortografia é bem complicada mesmo para os dias de hoje.
 O trecho abaixo copiei do próprio livro. Como Graça Aranha define o sofrimento e a tristeza tão ricamente.
 Vale a pena ler, muito bom mesmo!


"Não, eu não te fujo doce tristeza! Tu és a reveladora do meu ser, a razão da minha energia, a força do meu pensamento.  Sobre ti me reclino, como si foras um insondável e voluptuoso abismo; teu me atraes, e estendo-te os braços nesse doloroso e invencível amor, com que o sonho ama o passado, a morte ama a vida. Antes de te conhecer, pérfida ilusão me entorpecia os sentidos, e a minha frívola existência foi a lúgubre marcha do inconsciente risonho por um caminho de dores. Nesse momento eu ainda  te buscava, sol moribundo! No meu rosto se estampava o riso continuo e fatigante, e ele  afastava de mim os homens, para quem a eterna alegria é morte... Mas tu, Tristeza, não estavas longe. Tu te sentaste à minha porta, numa postura de resignação e silêncio. E como esperaste! Um dia a alegria, de cansada, se extinguiu, e então soou para mim a hora da paz e da calma. entraste. E como desde logo amei a nobreza do teu gesto! Oh! Melancolia! minha alma é a morada tranquila onde reinas docemente.
 A dor é boa, porque faz despertar em nós uma consciência perdida; a dor é bela, porque une os homens. É a liga intensa da solidariedade universal.. A dor é fecunda, porque é a fonte do nosso desenvolvimento, a perene criadora da poesia, a força da arte. A dor é religiosa, porque nos aperfeiçoa,  e nos explica a nossa fraqueza nativa.
Tristeza! tu me fazes ir até ao fundo das remotas raízes do meu espírito. Por ti compreendo a agonia da vida; por ti, que és o guia do sofrimento humano, por ti, faço da dor universal a minha própria dor... Que  o meu rosto não mais se desfigure pelas viagens do riso cansado e matador; dá-me a tua serenidade, a tua séria e nobre figura... Tristeza, não me desampares...Não deixes que o meu espírito seja a preza da vã alegria...Curva-te sobre mim; envolve-me com o teu véu protetor...Conduz-me, oh! bemfazeja! aos outros homens...Tristeza salutar! Melancolia!

 Trecho do livro Canaã de Graça Aranha



Bom fim de semana a todos
com muita luz, paz, amor e esperança!

Um comentário:

  1. OI Ro, que bom que eles estao gostando e com relacao a "funcionar" realmente aqui isso é 10 :)
    Fico aguadando o email dela.....somos vizinhas :)
    Tenha um maravilhosos fds amiga,
    beijinhos
    So

    ResponderExcluir

"Concedei-nos, Senhor, a serenidade necessária
Para aceitar as coisas que não podemos modificar,
Coragem para modificar aquelas que podemos,
E sabedoria para distinguir umas das outras".

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails