segunda-feira, 21 de maio de 2012

"Sobre a Virgem Maria" Santo Agostinho




Sobre a Virgem MAria

Santo Agostinho (†430):
"Pelo sexo feminino caiu o homem e pelo sexo feminino encontrou sua reparação. Pois, uma Virgem deu 'a luz a Cristo, e uma mulher anunciou a ressurreição! Pela mulher veio a morte. Pela mulher chegou a vida' (Sermão 232,2). 'Enquanto Cristo é gerado pelo Pai, Deus de Deus, não é sacerdote. Ele o é, em razão da carne que assumiu, em razão da vítima que oferece e recebeu de nós." (A Virgem Maria, Ed. Paulus, 1996)
"Nem se deve tocar na palavra "pecado" em se tratando de Maria; e isto em respeito Àquele de quem mereceu ser a Mãe, que a preservou de todo pecado por sua graça." "Nosso Senhor entrou por sua livre vontade no seio de Virgem... Engravidou sua Mãe, todavia sem privá-la da sua virgindade. Tendo-se formado a si mesmo, saiu e manteve íntegras as entranhas da mãe. Desta maneira, revestiu aquela de quem se dignou nascer, com a honra de mãe e com a santidade de virgem... Que significa isso? Quem pode dizê-lo? Quem o pode calar? Coisa admirável. Mas não nos é permitido calar aquilo de que somos incapazes de esclarecer... Não obstante, sentimo-nos constrangidos a louvar, para que o nosso silêncio não seja sinal de ingratidão. Graças sejam dadas a Deus! Aquilo que não se pode exprimir dignamente, pode-se crer firmemente." (Sermão 215,3). "Maria permaneceu virgem concebendo o seu Filho, virgem ao dá-lo à luz, virgem ao carregá-lo, virgem ao alimentá-lo do seu seio, virgem sempre". (Sermões 186,1 - 3° de Natal).
"Veio ele [Cristo] habitar num seio materno, deixando-o intacto".
"Com efeito, assim como nesse sepulcro nenhum morto foi sepultado, nem antes, nem depois, (Jo 19,41), também no seio virginal de Maria, nem antes nem depois, ser mortal algum foi concebido." (De fide et symbolo IV,8.11). "Virgem concebeu. Virgem deu à luz. Virgem viveu até a morte, ainda que estivesse desposada com um operário." (A Instrução dos Catecúmenos 22,40).
"Nossa fé não é ficção. Nunca vimos o rosto da Virgem Maria da qual, sem contato de varão e sem detrimento de sua virgindade no parto, nasceu o Senhor Jesus Cristo milagrosamente" (A Trindade VIII,5,7). "Na verdade, era digno, e de todo conveniente, que o parto daquela que havia procriado ao Senhor do céu e da terra, e que permanece virgem após ter dado à luz, fosse celebrado não somente com festejos humanos, mas com cânticos sublimes de louvor, pelos anjos." (Sermão 193,1 - 10° do Natal) "Causa-nos admiração o parto de uma Virgem... A integridade virginal permanece inviolada na concepção e no parto." (Sermão 192,1 - 9° do Natal)
"Já era Filho único do Pai aquele que nasceu como filho único de sua Mãe." (idem) "Causa-te estranheza, [ó Porfírio] porventura, o inusitado parto de uma Virgem? Nem sequer isto deve constranger-te. Digo mais: isto deve conduzir-te a aceitar a ter piedade, porque aquele que é admirável nasce admiravelmente." (A Cidade de Deus, X,29,1.2)
"Maria, Jesus ao ser concebido em ti, encontrou-te virgem, e uma vez nascido te deixa Virgem. Concede-te a fecundidade sem te privar da integridade! De onde te vem tudo isso?... Dize-me, ó Anjo, de onde veio tal glória a Maria? E o Anjo diz: Eu já o declarei ao saudá-la: "Ave, cheia de graça" (Gratia plena!) (Lc 1, 28). (Sermão 291,6).
"Mas os católicos... ao contrário, sempre creram na virgindade da santa Maria, no parto. Ele tomou de Maria um corpo real e autêntico, tendo sua Mãe permanecido virgem no 
parto, assim como depois do parto". (Contra Iulianum I, 2,4)
"Mereceu ela conceber e dar à luz, ao que nos consta, sem pecado algum. ... porque sabemos que lhe foi conferida maior abundância de graça para vencer qualquer pecado." (De natura et gratia 36,42).





Beijos meus cheios de
 luz, paz, fé, amor e esperança!








Um comentário:

  1. Olá Rosane!
    O único livro de Santo Agostinho que conheço é ‘Confissões’ e é um excelente livro!
    Tenha uma excelente semana!
    Abraços.

    “Para o legítimo sonhador não há sonho frustrado, mas sim sonho em curso” (Jefhcardoso)

    Convido para que leia e comente “A DESPEDIDA DE TEDDY LOMBARD” no http://jefhcardoso.blogspot.com/

    ResponderExcluir

"Concedei-nos, Senhor, a serenidade necessária
Para aceitar as coisas que não podemos modificar,
Coragem para modificar aquelas que podemos,
E sabedoria para distinguir umas das outras".

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails