sábado, 22 de março de 2008

Blogagem Coletiva - Dia Internacional da Água - Saneamento Básico -


Tema - Saneamento Básico









O que é saneamento básico?

De modo geral se considera saneamento básico os sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário e a coleta de resíduos sólidos. Como acesso aos serviços de saneamento básico se compreende a presença de rede geral de abastecimento de água, a coleta pública de lixo e a proporção da população coberta por esses serviço
Dentre muitas explicações está foi uma das melhores que encontrei. Apesar de muitas causas de morte não estarem diretamente relacionadas com a falta de saneamento básico, este é um indicador do desenvolvimento econômico e social que deve ser considerado nas análises de situação de saúde. É indiscutível, por exemplo, a correlação entre a falta de saneamento básico e a ocorrência de diarréia e parasitoses intestinais, sobretudo entre as crianças, mas também em adulto.
Mas o que mais me impressionou foi a matéria abaixo, falta tão pouco para que isso possa acontecer...mas penso que se corrermos , mas corrermos muito, isso tudo que está descrito não aconteça.
Às vezes penso estar vivendo um filme de ficção, mas quando abro os olhos da minha mente, me deparo com uma realidade dura e cruel.
A quem devemos culpar? Será que só os nossos Governantes têem culpa por muito pouco fazerem? Penso que não, afinal a culpa da destruição do Planeta mais lindo do Universo estar vivendo seus dias apocalípticos, é nossa, nossa culpa mesmo, que não fazemos nossa parte, que fazemos de nossas magueiras de molhar nossos jardins de vassouras hidraulicas, demoramos horas em um banho, lavamos nossas roupas a cada dia sem nem pensar em economizar, escovamos nossoas dentes com a torneira aberta, deixamos gotas e mais gotas irem para ralo sem nem ao menos verificarmos os famosos corinhos de nossas torneiras, enfim e vai por aí milhões de coisas erradas. Mas estamos lá, sempre insistindo em nossos erros.

Nós insistimos também, para não fugir do foco do meu Blog, em não acreditar na Sagrada Escritura, lá você encontrará a mameira correta de não viver tudo isso, e encontrará também a solução, mas achamos sempre que elas são palavras escritas pelo próprio Homem, e não Palavra de Deus escritas através do homem.Leia o Apocalipse de João, leia na integra, coloque o texto dentro do contexto. Por que cito aqui a Palavra de Deus? Porque tudo isso que está acontecendo já estava escrito. Não acredita???


Que Pena... que grande engano!!!!
Penso que Cristo tem vergonha de ver o que estamos fazendo com a criação do Pai, mas creio também, que ele o Pai, terá misericórdia e providenciará a solução para que tudo volte a ser como antes, pois ele é o Deus da vida e vida em abundância!
Escolhe pois a vida e vida sem Água não há vida!

A Matéria do Jornal O Estado de são Paulo

ONU vê risco de conflito em 46 países por causa da águaData: 20 de Março de 2008Para Organização das Nações Unidas, recurso será causa número 1 de guerras na África até 2030 Jamil Chade, GENEBRA Água. Esse será um dos principais motivos que levarão países e grupos armados a entrarem em conflito nos próximos 25 anos. O alerta é da Organização das Nações Unidas, que, num estudo preparado para o Dia Mundial da Água, aponta que o acesso à água será a causa número 1 das guerras na África até 2030, principalmente em regiões pobres que compartilham Rios e bacias.
“Identificamos 46 países, onde vivem 2,7 bilhões de pessoas, nos quais há alto risco de crises relacionadas à água provocarem conflitos violentos”, diz o secretário-geral da ONU, Ban-Ki-Moon, num artigo publicado no sábado.Na União Européia, os chefes de Estado foram surpreendidos na semana passada por um relatório do comissário de Relações Exteriores, Javier Solana, que alertou que a falta de água nos países vizinhos ao bloco vai acirrar a corrida de imigrantes ilegais para a Europa até 2050. Solana, ex-secretário-geral da Otan (aliança militar que reúne Europa e América do Norte), afirmou que as mudanças climáticas poderão reduzir a disponibilidade de água em até 30% em algumas regiões. E defendeu a tese de que o acesso a recursos naturais seja considerado questão de segurança estratégica.
Num calhamaço de mais de 500 páginas sobre mudanças climáticas, a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) estimou que 3,9 bilhões de pessoas no mundo podem sofrer com a falta de água até 2030, 1,7 bilhão a mais do que hoje. Isso representa 47% da população mundial estimada para 2030. E, embora as projeções sejam mais dramáticas para nações pobres, 2,2 bilhões dessas pessoas estarão distribuídas pelos emergentes do Bric (grupo que reúne Brasil, Rússia, Índia e China).
Seja qual for a origem do estudo, todos indicam a mesma coisa: a principal disputa no planeta nos próximos 50 anos não será por petróleo, ouro, carvão ou minéRios, mas por água - situação capaz de criar um exército de “refugiados ambientais”. Segundo entidades como o Global Policy Forum, os governos precisam estabelecer regras de como usar de maneira coordenada reservas compartilhadas. A Índia é vista como um desses casos delicados. A disputa pelas águas com o Paquistão tem sido um dos motivos para o prolongamento da guerra na Cachemira. Já na fronteira com Bangladesh, os indianos ergueram uma barreira para evitar um maior fluxo de migrantes em busca de maior acesso a alimentos e água.Na Ásia Central, a tensão também é crescente. O Tajiquistão e o Quirguistão controlam 90% das reservas da região. Mas o Usbequistão é o maior usuário e pede acesso facilitado.
“Os glaciais no Tajiquistão perderam um terço de sua área apenas em 50 anos, enquanto o Quirguistão perdeu mais de mil glaciais nos últimos 40 anos”, diz Solana no relatório.
“Há, portanto, um potencial considerável para um conflito em uma região cujo desenvolvimento político, econômico e estratégico tem impacto direto em interesses europeus.”A água também é apontada como um dos principais motivos para o conflito em Darfur, na África. A guerrilha é acusada de envenenar reservatóRios para forçar a população muçulmana a abandonar a região. Segundo levantamento feito pela ONU em junho, o conflito, que já deixou 200 mil mortos desde 2003, pode ser explicado pela tensão criada entre grupos étnicos no Sudão depois que o acesso a recursos naturais, entre eles a água, foi dificultado pelas condições climáticas.
No norte de Darfur, o volume de chuvas caiu 30% nos últimos 80 anos. O deserto avançou em quase 200 quilômetros desde 1930.Outro problema é a disparidade no uso da água. Na avaliação da ONU, uma pessoa precisa de no mínimo 50 litros de água por dia para atender suas necessidades.
Mas, nos Estados Unidos, o consumo per capita é 45 vezes maior.Alguns países ricos já aumentaram o preço da água. Na Dinamarca, a alta foi de 54% em dez anos. O resultado foi uma queda no consumo médio de 155 litros por pessoa por dia para 125 litros, ainda bem acima do padrão da ONU.
A equação nos países pobres é diferente. Hoje, uma em cada cinco pessoas no mundo não tem acesso a água potável ou saneamento.Os problemas relativos à água não são apenas de consumo. Solana alerta que o derretimento de parte da calota de gelo do Ártico, possível efeito da mudança climática, abrirá novas passagens para navios e oportunidades de exploração de petróleo. Isso recolocaria em debate as diferenças entre países pelo controle do Ártico, até agora literalmente congeladas.
Segundo a UE, tais mudanças nas rotas teriam “conseqüências para a estabilidade internacional e para os interesses de segurança” do bloco europeu.A possível tensão entre americanos, russos, canadenses e europeus no Ártico também será tema da agenda da Otan em sua reunião anual, no mês que vem, em Bucareste.
Pela primeira vez, a aliança tratará das ameaças relacionadas à disputa pelos recursos naturais. Mais uma demonstração de que generais e estrategistas estão preocupados com riscos de conflitos envolvendo o abastecimento do planeta.
Fonte: O Estado de São Paulo

9 comentários:

  1. Rô, me desculpa! Estou adicionando os links que confirmaram a presença, porém faço a busca primeiro pelo technorati e como não fez referência a nenhum dos blogues envolvidos, não achei por lá.
    Já estive aqui hoje, mas só tinha o post abaixo. Acho que acabou de publicar, não?
    Boa Blogagem!! Beijus

    ResponderExcluir
  2. Rosane, vim agora com calma ler o seu texto. Muito triste o caminho que a humanidade escolheu para si. Não existe desculpa, um faz porque o outro também faz, então não vamos esperar que o outro faça e vamos fazer a nossa parte.
    Essa matéria é assustadora!!
    Beijus

    ResponderExcluir
  3. Nossa que triste essa matéria!!!
    Difícil não aceitar que já sabemos onde vamos parar com isso...


    Quero aproveitar para retribuir seus votos de Feliz Páscoa!!! Espero que seja abençoada e que você e seu pézinho já estejam bem :)


    Beijos no coração!!!
    Te Amodoro!!!

    ResponderExcluir
  4. Muito bom seu post. É informativo. A água é um direito humano e, infelizmente muitas pessoas estão com esse direito violado. Gostei da fotos de você dois. Muito linda. Bom domingo e feliz páscoa!

    ResponderExcluir
  5. Ficou perfeito Rô, como sempre!

    _***
    __**_**
    _**___**
    _**___**_________****
    _**___**_______**___****
    _**__**_______*___**___**
    __**__*______*__**__***__**
    ___**__*____*__**_____**__*
    ____**_**__**_**________**
    ____**___**__**
    ___*___________*
    __*_____________*
    _*____0_____0____*
    _*___/___@______*
    _*_____/ * __/___*
    ___*_____W_____*
    _____**_____**
    _______***** FELIZ PÁSCOA!!!


    Te amo!

    ResponderExcluir
  6. Olá amiga boa tarde, quase não chego a tempo, hoje é um dia especial e não poderia deixar de passar aqui. Páscoa é tempo de Amor, de família e de Paz... É tempo de agradecermos discretamente por tudo que temos e por tudo que teremos. Páscoa é um sentimento nos nossos corações de esperança, fé e confiança. É dia dos nossos sonhos parecerem estar mais perto, tempo de retrospecção por tudo que tem sido e uma antecipação de tudo que será.E é hora de lembrar com amor e apreciação as pessoas em nossas vidas que fazem diferença... Pessoas como você!!! Tenha um excelente domingo e uma semana repleta de muita paz, saúde e luz. Abraços fraternos do amigo.

    ResponderExcluir
  7. Ro o teu comentário é que foi terno. Engraçado o nome do teu blog, é quase o mesmo nome do meu. Ro é como meu marido me chama e muitas pessoas passaram a me chamar assim. Aí adotei o apelido para o blog e como sou cheia de pavulagens, o nome do blog, que antes era nutriane, virou Pavulagem da Ro. Tenha uma ótima semana! Ah, você disse que iria ler o documento dos Guarani com calma e avaliar se mandaria a carta. Se você mandar e receber uma resposta do Planalto me avisa, ok? Bjks

    ResponderExcluir
  8. Oi Rô, obrigada pela visita.
    Estava afastava por motivos de saúde e fiquei feliz ao ver que vc havia passado no meu cantinho.
    Sobre seu texto, informativo, real e profundo... Água é vida. Precisamos fazer algo, mas precisamos de união!

    bjs e boa semana

    ResponderExcluir
  9. Querida Rô,
    Achei o seu texto muito informativo, você fez uma ótima participação na blogagem.
    Grande abraço!
    Com carinho,
    Leonor Cordeiro

    ResponderExcluir

"Concedei-nos, Senhor, a serenidade necessária
Para aceitar as coisas que não podemos modificar,
Coragem para modificar aquelas que podemos,
E sabedoria para distinguir umas das outras".

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails