terça-feira, 10 de julho de 2012

Minhas bodas de Aventurina " 37 anos de matrimonio "







Minhas bodas de Aventurina " 37 anos de matrimonio "



Soneto de Fidelidade

De tudo ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento.

Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento

E assim, quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama

Eu possa me dizer do amor (que tive):
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure.

(Vinicius de Moraes)





Beijos meus cheios de luz, paz, amor, fé e esperança!  









2 comentários:

  1. Parabéns minha querida!Que este sentimento que te une seja imortal enquanto dure.Vinícius é genial e encanta sempre.
    Seja feliz minha linda amiga.Bjs Eloah

    ResponderExcluir
  2. Parabéns e muita saúde para vocês. Bom demais ter uma pessoa bacana caminhando ao nosso lado. Beijocas nos dois.

    ResponderExcluir

"Concedei-nos, Senhor, a serenidade necessária
Para aceitar as coisas que não podemos modificar,
Coragem para modificar aquelas que podemos,
E sabedoria para distinguir umas das outras".

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails