segunda-feira, 30 de abril de 2012

Nossa Senhora Grávida ou Nossa Senhora do Ó


Nossa Senhora Grávida ou Nossa Senhora do Ó

Nossa Senhora do Ó é uma devoção mariana surgida em Toledo, na Espanha, remontando à época do X Concílio, presidido pelo arcebispo Santo Eugênio, quando se estipulou que a festa da Anunciação fosse transferida para o dia 18 de Dezembro.
Sucedido no cargo por seu sobrinho, Santo Ildefonso, este determinou, por sua vez, que essa festa se celebrasse no mesmo dia, mas com o título de Expectação do Parto da Beatíssima Virgem Maria.
Pelo fato de, nas vésperas, se proferirem as antífonas maiores, iniciadas pela exclamação (ou suspiro) “Oh!”, o povo teria passado a denominar essa solenidade como Nossa Senhora do Ó. (in: SILVA, Pe. Martinho da. Flores de Maria)


A EXPECTAÇÃO DO PARTO DE NOSSA SENHORA


É uma festa católica de origem claramente espanhola, a festa é conhecida na liturgia com o nome de "Expectação do parto de Nossa Senhora", e entre o povo com o título de "Nossa Senhora do Ó".
Os dois nomes têm o mesmo significado e objetivo: os anelos santos da Mãe de Deus por ver o seu Filho nascido.
Anelos de milhares e milhares de gerações que suspiraram pela vinda do Salvador do mundo, desde Adão e Eva, e que se recolhem e concentram no Coração de Maria, como no mais puro e limpo dos espelhos.
A Expectação (expectativa) do parto não é simplesmente a ansiedade, natural na mãe jovem que espera o seu primogênito; é o desejo inspirado e sobrenatural da "bendita entre as mulheres", que foi escolhida para Mãe Virgem do Redentor dos homens, para corredentora da humanidade.
Ao esperar o seu Filho, Nossa Senhora ultrapassa os ímpetos afetivos de uma mãe comum e eleva-se ao plano universal da Economia Divina da Salvação do mundo.

fonte

Origem do nome Nossa Senhora do Ó


O nome teria surgido do sete vezes repetido nas evocações das antífonas do Breviário Romano.

Desde o século XVII, há referência ao nome de Nossa Senhora do Ó como sendo a padroeira da capela construída por Manuel Preto.
Monsenhor Paulo Florêncio de Camargo justifica a mudança do nome de Nossa Senhora da Esperança, em virtude das celebrações pré-natalinas que se faziam. Na novena dedicada a Nossa Senhora da Esperança recitava-se as antífonas do Breviário Romano que eram as seguintes:

"Ó Sabedoria, que saiste da boca do Altíssimo Atingindo de uma à outra extremidade,
E dispondo, todas as coisas forte e suavemente,
vinde para nos ensinar o caminho da prudência.

Ó, Adonai, senhor e condutor da casa de Israel
que apareceste a Moisés nas chamas da sarça ardente,
E lhe deste, sobre o Monte Sinai, a Lei Eterna;
vinde para nos resgatar pela potência de vosso braço.

Ó Raiz de Jessé que sois como o estandarte dos povos,
Diante do qual os reis fecharão a boca,
Não tardeis mais um momento.

Ó Chave de Davi, centro da casa de Israel,
Que abris e ninguém pode fechar,
Fechais e ninguém pode abrir,
Vinde e tira da prisão o cativo
Que está sentado nas trevas e nas sombras da morte.

Ó Sol Nascente, esplendor da luz eterna e sol da justiça:

Ó Sol Nascente, esplendor da luz eterna e sol da justiça:
vinde e iluminai aqueles que se sentam nas trevas da morte.

Ó Rei das gentes, e objeto de seus desejos,
Pedra angular, que reunis em vós os dois povos
Vinde e salvai o homem que formaste do limo da terra

Ó Rei das gentes, e objeto de seus desejos,
Pedra angular, que reunis em vós os dois povos
Vinde e salvai o homem que formaste do limo da terra

Ó Emanuel, Rei e Legislador nosso esperado
Das nações e seu Salvador vinde,
Salvai-nos senhor nosso Deus,
Que os céus chovam das alturas
E as nuvens nos tragam o Salvador.
fonte

INSTITUIÇÃO DA FESTA


A festa de Nossa Senhora do Ó foi instituída no século VI pelo décimo Concílio de Toledo, ilustre na História da Igreja pela dolorosa, humilde, edificante e pública confissão de Potâmio, Bispo bracarense, pela leitura do testamento de São Martinho de Dume e pela presença simultânea de três santos de origem espanhola: Santo Eugênio III de Toledo, São Frutuoso de Braga e o então abade agaliense Santo Ildefonso.
Primeiro comemorava-se, no dia 18 de dezembro, a Anunciação de Nossa Senhora e Encarnação do Verbo.
Santo Ildefonso estabeleceu-a definitivamente e deu-lhe o título de "Expectação do parto".
Assim ficou sendo na Hispânia e passou a muitas Igrejas da França, etc.
Ainda hoje é celebrada na Arquidiocese de Braga.


No Brasil


No Brasil, o culto iniciou-se à época desde o início da colonização, com o Capitão donatário Duarte Coelho, na Capitania de Pernambuco. Tendo fundado a vila de Olinda, nessa povoação erigiu-se uma Igreja sob a invocação de São João Batista, administrada por militares, onde era venerada uma imagem de Nossa Senhora da Expectação ou do Ó.
De acordo com Frei Vicente Mariano, também se tratava de uma imagem pequena com cerca de dois palmos de altura, entalhada em madeira e estofada, de autoria e origem desconhecida.
A tradição reputa esta imagem como milagrosa, tendo vertido lágrimas em 28 de Julho de 1719.
A partir dessa primitiva imagem em Olinda, a devoção se espalhou em terras brasileiras graças a cópias na Ilha de Itamaracá, em Goiana, em Ipojuca e em São Paulo, nesta última em casa da família de Amador Bueno e na do bandeirante Manuel Preto que fundou a igreja e o bairro bem conhecidos até hoje.
Os bandeirantes , por sua vez levaram a devoção para Minas Gerais, onde, em Sabará, se erige a magnífica Capela de Nossa Senhora do Ó, em estilo indo-europeu, atualmente tombada pelo Iphan.
fonte

Maria Grávida

N. Senhora do Ó Virgem de la Dulce Espera N. Sra. del Bueno Parto



Nossa Senhora do uxiliadora da concepção na gravidez e de um bom parto

A maioria dos estudiosos defendem que as primeiras representações de Nossa Senhora da Expectação do Ó foram inspiradas no Apocalipse, nos manuscritos "Beatos" do século XI e XII.
Nestes, a cena do dragão contra a mulher prestes a dar à luz são frequentes, e algumas vezes, ela está sem o filho e de braços abertos em atitude orante, a cabeça rodeada de 12 estrelas, sobre o seio o disco solar a seus pés, a lua e o dragão ameaçando a mulher.

Nesta imagem de Nossa Senhora do Ó é apresentada em avançado estado de gravidez com o ventre crescido.
Em nossa comunidade na Freguesia do Ó há esta imagem, mas não há uma imagem original, a atual terá cento e poucos anos.
A veneração a Nossa Senhora do Ó desperta manifestações de singelas vivências e formas, segundo as idiossincrasias de cada povo.
A mais universal é tocá-las, fazer-lhes promessas e antes do parto ir à Igreja para que o Sacerdote a abençoe.
A gravidez de Maria é um tema tratado desde cedo no cristianismo por teólogos e a partir do século XIX em artigos de futuras mães recorrendo a Maria para a concepção de um filho e no gozo da gravidez, e tranquilizá-las mostrando que Maria foi e continua sendo mãe de Jesus.
Ela as acompanhará antes, durante e depois do parto.
Sentirão seu poderoso auxílio e seus "milagres".

"Vivemos numa época que esperamos uma nova iniciativa...
A história da salvação tem de voltar a repetir-se. Começou com o nascimento de Cristo e o sim de Maria para que o mundo encontrasse a Cristo. Para que tal aconteça hoje, Maria deve voltar a dar à luz a Cristo... Ela quer que Cristo nasça de novo em nossos corações".
fonte
ORAÇÃO A NOSSA SENHORA DO Ó 
V.: Vós formastes as entranhas do meu corpo e me criastes no seio de minha 
mãe. 
R.: Eu Vos dou graças por me haverdes feito tão maravilhosamente(Sl 138)
Pai Nosso 
V.: Desde o seio materno sois o meu Deus.(Sl 21)
R.: Desde o seio materno sois o meu protector. 
Em Vós está a minha esperança(Sl 70)
Avé Maria 
V.: Não morrerei, mas hei-de viver. 
R.: Para anunciar as obras do Senhor.(Sl 117)
Glória 
OREMOS: Pai Santo, Amor Criador, Senhor da Vida, Deus Providente e 
Todo-Poderoso: desde toda a eternidade quisestes o ser e a vida de cada um de 
nós e enviaste o Vosso Filho ao mundo a fim de que tenhamos a Vida e a 
tenhamos em abundância. Dai-nos o Vosso Espírito Vivificante para que, 
sempre, em qualquer circunstância e sem excepção alguma, amemos, 
respeitemos, protejamos, promovamos e cuidemos da vida, dignidade, direitos 
e integridade de cada ser humano - desejado ou imprevisto, são ou enfermo, 
escorreito ou deficiente - desde o momento da sua concepção até à morte 
natural, e, indo, assim, ao Vosso encontro, alcancemos a felicidade eterna. Por 
Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do 
Espírito Santo. 
(Com aprovação eclesiástica)


Oração a Nossa Senhora do Ó

Doce Virgem Maria, cujo coração foi por Deus preparado para morada do verbo feito carne pelas inefáveis alegrias da expectação de vosso santíssimo parto, ensinai-nos as disposições perfeitas de uma íntegra pureza no corpo e na alma, de uma humildade profunda no espírito e no coração, de um ardente e sincero desejo de união com Deus, para que o meigo fruto de vossas benditas entranhas, venha a nascer misericordiosamente em nossos corações, a eles trazendo a abundância dos dons divinos, para redenção dos nossos pecados, santificação de nossa vida e obtenção de nossa coroa no Paraíso, em vossa companhia. Assim seja.
 Amém.


Beijos meus, cheios de,
luz, paz, fé, amor e esperança!

7 comentários:

  1. Oi amiga Rô,

    Foi muito bom saber a origem do nome N.Sra do Ó...eu não conhecia esta história,muito interessante,por sinal.
    Bjsssss e um lindo feriado,
    Leninha

    ResponderExcluir
  2. Olá, querida
    Que a Mãe das mães interceda por vc e pelas suas necessidades mais urgentes!!!
    Bjm de paz

    ResponderExcluir
  3. Rosane, plac! plac! plac, muito aplausos para você, por tão bela pesquisa. Eu adorei saber a origem de Nossa Senhora grávida. O nome Ó eu já sabia. Muito bacana e que ela lhe proteja com toda a seu esplendor, protegendo vc, e sua família! Grande abraço e feliz feriado!

    ResponderExcluir
  4. Bom dia. Gostaria de saber onde seu marido comprou e se vendem aqui pra Maceió/AL, pois não encontro e aqui, ao norte da capital, tem um povoado, Ipioca, no qual Ela é a padroeira.

    ResponderExcluir
  5. Olá Rosane parabéns pelo blog... Estou grávida e procurava uma uma oração à Virgem Mãe de Deus, encontrei seu artigo que muito me fez bem! Obrigada. Abraços

    ResponderExcluir
  6. Meu maior sonho é ser mãe eu não sei nem mais o que fazer para realizar,aí uma amiga falou da imagem da virgem grávida,obrigado pela ajuda gotari de saber onde consigo. ..

    ResponderExcluir
  7. Meu maior sonho é ser mãe eu não sei nem mais o que fazer para realizar,aí uma amiga falou da imagem da virgem grávida,obrigado pela ajuda gotari de saber onde consigo. ..

    ResponderExcluir

"Concedei-nos, Senhor, a serenidade necessária
Para aceitar as coisas que não podemos modificar,
Coragem para modificar aquelas que podemos,
E sabedoria para distinguir umas das outras".

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails