quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

"ATÉ QUANDO TEREMOS QUE VER TUDO ISSO...E NADA PODERMOS FAZER"




 





Área afetada por deslizamento de terra em Teresópolis (RJ); centenas de pessoas já morreram na região serrana do Rio


Mortos pela chuva no Rio chegam a 356
São Paulo –  O estado do Rio de Janeiro tem o maior número de vítimas das chuvas que castigam parte da região sudeste do país. No total, até as11h desta quinta-feira (13), 356  pessoas haviam morrido no estado.
Apenas em Teresópolis, a Defesa Civil contabilizava 152 mortes até a manhã desta quinta-feira (13). A cidade registra ainda 1.250 desabrigados e 960 desalojados, 200 feridos e 200 atendimentos de emergência.
continue lendo...

Diante das chuvas intensas no Sudeste e Centro-Oeste, o Ministério da Saúde divulgou um alerta sobre os riscos provocados por enchentes, como as doenças parasitárias (transmitidas pela água) e as diarreicas agudas.
As orientações da pasta incluem cuidar da água a ser ingerida – ela deve ser filtrada e fervida ou tratada com hipoclorito de sódio (2,5%), adicionando duas gotas para cada litro de água. Após 15 minutos descansando sob o efeito do produto, a água está pronta para ser consumida. continue lendo...

Resumo do Bom Dia Brasil - Rede Globo— Chuva já matou pelo menos 270 pessoas na região serrana do Rio de Janeiro.
— Equipe do Bom Dia Brasil chegou a condomínio que foi invadido pela lama em Teresópolis, no Rio de Janeiro.
— Reportagem relembra enxurradas semelhantes em anos passados no Rio de Janeiro.
— Dilma Rousseff vai sobrevoar nesta quinta-feira as áreas atingidas pelas enchentes no Sudeste. Governo Federal vai contribuir com remédios e verba.
— Enxurrada deixou moradora ilhada em São José do Vale do Rio Preto, no Rio de Janeiro.
— Famílias procuram por parentes desaparecidos após chuva no Rio de Janeiro.
— Imagens mostram resgate de homem com bebê de colo no Rio de Janeiro.
— Entulho e lama comprometem casas e estradas na região serrana do Rio de Janeiro.
fonte aqui


É o que ouvimos e lemos nesses últimos dias. Tragédias e catástrofes.
Eu me pergunto:-
 Culpar quem? A mãe natureza que é terrivelmente castigada por nós homens?
 Vejam essas imagens que recebi por e-mail::..

 Lixo se acumulou após as recentes enxurradas em São Paulo  Foto: Reinaldo Marques/TerraRio Pinheiros é tomado por garrafas pet na ponte Ari Torres  Foto: Reinaldo Marques/Terra

 As palavras vindas com o e-mail são bem duras mas na real tem um certo tom de verdade desde que vistas com olhos para todos, sem distinção, pois eu choro junto com esse povo que chora.

Se o Brasil continuar procriando como procria, nem morros haverá p/ construirem moradias precárias prá desabar no verão.  Educar??????   Ensinar??????
Brasil já tem idade de sobra prá ter melhorado.
E água é um BEM muito precioso para estar como abaixo.

Lixo acumulado no rio Pinheiros em S.Paulo/2011 !
Está chovendo bastante, mas chove Garrafas Pet também????   Ou nosso povo...
(e depois chora na TV qdo casas desabam ou inundam...)
(Imagens site Terra)

 Mas até quando vamos culpar esse ou aquele ORGÃO PÚBLICO? Esse ou aquele Político desonesto, que nós mesmo colocamos no cargo que ocupa? 
 As palavras vinda com o e-mail são duras tem lá seu real tom de verdade, mas eu concordo apenas em termos, pois suponho que já  passou da hora de enxergamos que a maior culpa está em nós mesmos. É isso, em mim, em você que me lê. Nós quem produzimos toneladas e toneladas de lixo diáriamente e não nos concientizamos do que estamos fazendo a nós mesmo, causando tanta dor e tanta tragédia. Nós cortamos nossas árvores e arrasamos com centenas de quilómetros de matas, para depois nos deliciarmos em nossas casas com nossos belos móveis. Nós, que por preguiça de limparmos nossas calçadas, não plantamos mais árvore alguma, nem mesmo nos nossos quintais, que antes eram  repletos de árvores frutíferas. Hoje em dia é raro vermos um quintal com tal beleza. Moramos, aqueles que podem claro, a minoria, em condomínios de auto padrão e luxo ou mesmo de médio ou baixo. Trancadinhos, ilhados em nossas favelas particulares. 
E os que mais sofrem são aqueles que nada podem e cada vez mais estão indo morar e construir seus lares na encostas dos morros de suas cidades, tendo assim a felicidade de poder dizer que tem um lar e seguro.
Não o fazem por que gostam e sim por pura necessidade. Vivem à margem da sociedade, à margem da linha da miséria.
Concordo que por morarem nas encostas nada poderia impedí-los de pensar um pouco mais antes de construírem seus lares em lugares de altíssimo risco e  perigo. Mas ir para onde se eles não têem para onde???
Tudo isso é muito triste e todo ano é mesma tragédia anunciada e nada , absolutamente nada acontece, são  promessas e mais promessas, tanto dos governantes que nada fazem, como da própria população, que não se concientiza de que  lugar de lixo é nas lixeiras e não nos rios. As matas não foram feitas para serem devastadas e sim para serem multiplicadas à medida que se usa teríamos que colocar de volta.
Isso nos deixa muito entristecidos e o máximo que podemos fazer, é ajudar essas centenas de família.
E não se esqueça, que as tragédias já não mais estão ocorrendo só com quem não têem poder aquisitivo. A mãe natureza está revoltada e não poupa aquele que mais pode, veja como esta família chora suas vítimas e se revoltam também ::

"É uma coisa que choca. Ilza e eu perdemos nossos pais em 2007 e 2008, mas eles já estavam sofrendo com doenças. Já o que aconteceu agora [em Ilha Grande] é muito brutal, muito chocante. Ninguém espera isso. Não fui visitar os pais das meninas, que eram muito lindas, em função do ocorrido, por ter que organizar a cremação da minha irmã", disse Roland à Folha Online.continue lendo aqui

Se  voê deseja ajudar também é só acessar os links abaixo::..


Veja como ajudar as vítimas das chuvas na Região Serrana do Rio

Locais que já estão recebendo doações:
Cruz Vermelha - Praça da Cruz Vermelha, 10 – Centro do Rio.
Estão sendo arrecadados: água mineral, alimentos de pronto consumo (massas e sopas desidratadas, biscoitos, cereais), leite em pó, colchões, roupa de cama e banho e cobertores.
Prefeitura de Petrópolis – Igreja Wesleyana; Igreja de Santa Luzia; Sede da Secretaria de Trabalho, Ação Social e Cidadania.
Os três postos arrecadam doações de água, colchões e materiais de limpeza e higiene pessoal.
Prefeitura de Teresópolis – Ginásio Pedrão – Rua Tenente Luiz Meirelles, 211 – Várzea.
Estão sendo arrecadados: alimentos, roupas, cobertores, colchonetes e itens de higiene pessoal.
Uma conta corrente também recebe doações para ajudar as famílias atingidas pelo temporal. Nome da conta: "SOS Teresópolis - donativos".
Agência: 0741 (Banco do Brasil) – Conta: 110000-9.

Rodovia BR-040 - Concer - Praças de pedágio da BR-040 situadas em Duque de Caxias (km 104), Areal (km 45) e Simão Pereira (km 816), além da sede da empresa (km 110/JF, em Caxias).

A Concer pede que sejam doados, preferencialmente, água mineral, produtos de higiene pessoal e de limpeza, roupas de cama, mesa e banho, além de colchonetes. Nas praças de pedágio, as doações podem ser entregues nos postos do serviço de informação ao usuário da rodovia, que funcionam de segunda a segunda, 24 horas por dia.

Hemorio – Rua Frei Caneca, 8 – Centro do Rio – Das 7h às 18h.
O Hemorio pede que as pessoas doem sangue para as vítimas das chuvas. Os estoques estão quase zerados. Friburgo e Teresópolis solicitaram 300 bolsas, mas o Hemorio não tem como atender.
Pode doar sangue quem tiver entre 18 e 65 anos, mais de 50 quilos e estiver bem de saúde. Basta levar um documento oficial de identidade com foto.
Informações e agendamento pelo disque sangue 0800-282-0708.
Supermercados – Grupo Pão de Açúcar
Postos de coleta foram montados pela empresa em todas as suas 100 lojas das redes Pão de Açúcar, ABC Comprebem, Sendas, Extra e Assaí, em todo o estado Rio de Janeiro para que os clientes possam cooperar com doações de alimentos não perecíveis, roupas e cobertores. A ação acontece até o dia 26 de janeiro.
Locais que recebem doações a partir desta quinta-feira (13):
Polícia Rodoviária Federal - Ver postos abaixo.
Maior necessidade é por água, leite em pó, materiais de higiene e limpeza e colchões.
Postos da PRF que receberão doações:
BR-116: KM 133 (Doações 24 horas)
BR-101: KM 269 (Doações 24 horas)
BR-040: KM 109 (Doações das 8h às 17h)
BR-116: KM 227 (Doações das 8h às 17h)

Rodoviária Novo Rio - Avenida Francisco Bicalho, 1 - Santo Cristo.
A Rodoviária Novo Rio recebe doações para a Cruz Vermelha. Os donativos são recebidos no embarque inferior, das 9 às 17 horas.

Polícia Militar
- Todos os batalhões da Polícia Militar do estado serão centros de recepção de doações.

Comandantes dos batalhões recomendam que sejam doados água mineral, alimentos não perecíveis e material de higiene pessoal.


fonte aqui

Oremos por todos os que se foram

"Lembrai-vos dos nossos irmãos e irmãs... que adormeceram na paz do vosso Cristo, e de todos os falecidos, cuja fé só vós conhecestes: acolhei-os na luz da vossa face e concedei-lhes, no dia da ressurreição, a plenitude da vida." (Or. Euc. VI-A)

E dai Senhor a força para os que ficaram  para poderem reconstruir suas vidas!
 Amém!

Luz, amor, fé, esperança e foça a todos(as)!
 Rosane!

4 comentários:

  1. Bom dia, minha voinha!!
    Saudade da senhora, te amo muito!!

    É, a realidade é dura! Infelizmente as pessoas estão sofrendo com a chuva, sofrimento esse que foi provocado pelo homem ao longo do tempo. Ocupações indevidas, lixo nas ruas, aterrando rios, córrregos, ou seja, matava um pouco a natureza a cada dia. E hoje, essa natureza que ficou calada, reclama pelo seu espaço. E por mais dura e cruel que sejam as minhas palavras, mas ela se aproxima da verdade, pois a natureza hoje mata para ter novamente o que é seu.

    Matamos para ocupar espaço, e hoje a natureza quer o que um dia foi mata, rio, córrego... Não é eu sou contra o crescimento urbano, mas antes de ocuparmos o espaço deveríamos ter pensado em quanto poderíamos ocupar.

    Adorei o post voinha!
    Beijos te amo

    ResponderExcluir
  2. A forma desordenada como as coisas cresceram, áreas de risco sendo invadidas, lixo jogados nos rios, falta de uma educação de qualidade, entre outros, acaba gerando essas tragédias. Para muitos é catástrofe da natureza. Infelizmente não. O ser humano não respeitou limites e infelizmente acontece essa tristeza. grande dor para o país!
    Nos resta agora ajudar e orar.

    Amiga, tem presentinho para vc no endereço abaixo:

    http://quemmoradentrodemim.blogspot.com/2011/01/selinho-este-blog-e-recomendadissimo.html

    Beijos da Kekel

    ResponderExcluir
  3. Mamacita!!
    Vim aqui mostrar seu blog pra Rô, e tenho a grata surpresa de ver um mega link pro meu novo blog!! =)
    Obrigada viu?!
    Amo você!

    ResponderExcluir
  4. O problema realmente é agravado pelo lixo, não há bueiro que de conta de tanta coisa...não sei o que está acontecendo em minha cidade, mas o caminhão de coleta não está passando...as ruas estão imundas, e como o que não falta por aqui é ladeira o que se vê é uma enchorrada de pets pelas ruas...muito triste. Beijocas minha querida.

    ResponderExcluir

"Concedei-nos, Senhor, a serenidade necessária
Para aceitar as coisas que não podemos modificar,
Coragem para modificar aquelas que podemos,
E sabedoria para distinguir umas das outras".

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails