quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

"E naõ pergute por quem os sinos dobram..."


E não pergunte por quem os sinos dobram...




Eles dobram por ti !





Quanta dor !

A natureza responde ao que lhe fez o homem.

E que mundo nossos filhos e netos vão herdar?

São palavras de John Donne poeta renascentista:

“Nenhum homem é uma ilha isolada; cada homem é uma partícula do continente, uma parte da terra; se um torrão é arrastado para o mar, a Europa fica diminuída, como se fosse um promontório, como se fosse a casa dos teus amigos ou a tua própria; a morte de qualquer homem diminui-me, porque sou parte do gênero humano. E por isso não perguntes por quem os sinos dobram; eles dobram por ti”.

Homenagem de dor.
Em prece pelos atingidos.
Em prece pela natureza.


Bom dia para você!

Rosane!



2 comentários:

  1. Oi Rô,

    É triste mesmo ver um anjo como esse partir...
    Mas mais triste ainda é ver o homem corromper a natureza de modo tão vil!!!

    Sabe? Li recentemente, um livro espírita chamado "A história de um anjo" sobre a vinda do anjo Gabriel a Terra... Mto edificante e lindo o livro...
    Quem sabe D. Zilda Arns não foi esse anjo???

    Gosto de pensar desse modo... Assim, sei q se ela morreu dessa forma no Haiti, talvez isso seja parte da missão dela aqui ou q ela tinha q ter morrido assim para alertar as pessoas sobre essa miséria tão grande q há por lá...
    Talvez agora o Mundo abra os olhos para lá e ajude, conforte as pessoas q habitam lá...

    bjão

    ResponderExcluir
  2. Forammuitas perdas no Haiti, e D. Zilda estava lá...uma pena.
    Bom findi, bjks!!!
    Roseane

    ResponderExcluir

"Concedei-nos, Senhor, a serenidade necessária
Para aceitar as coisas que não podemos modificar,
Coragem para modificar aquelas que podemos,
E sabedoria para distinguir umas das outras".

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails