sábado, 20 de dezembro de 2008

O Amor de Deus se Encarna




O AMOR DE DEUS SE ENCARNA

Ao penetrar no Mistério da encarnação, gesto extremo do Amor Trinitário, que encerra dentro de si o inteiro plano da redenção da humanidade; peço a graça do conhecimento íntimo de Jesus, Verbo Encarnado; que possa conhecer por dentro – suas disposições de amor para com os homens – a fim de que mais o ame e melhor o siga.

Pela tua simples Palavra, Trindade Santa existem mundos celestes e terrestres, espaços, mares, terras, continentes; pela simples Palavra existem seres inanimados, animados; vegetais, animais em espécies incontáveis, em cores aos milhares. Pela tua simples e terna Palavra existe o homem, criado à tua Imagem, destinado a plenificar a obra iniciada. “Crescei e multiplicai-vos” é a tua Palavra, ó Trindade! E, homens da raça branca, negra, amarela nascem, povoam o mundo, trabalham, convivem, comem, dormem, sonham, inventam, criam, vivem, morrem.

Entretanto, ó Trindade Santa, em meio a este esplendor de vida, levanta-se o poderio de morte, nascido do mesmo ser – homem livre – criado à tua “Imagem e Semelhança”. E a liberdade, mal usada, faz vítimas: irmãos matam irmãos, nações se degladiam; ódio, inveja, soberba, orgulho, gula, calúnia, maledicência se tornam um arsenal de guerra no coração daquele que pelo Criador fora pensado para ser foco de luz e explosão de amor. Então, na eterna comunhão trinitária, nasce novo gesto de amor que, do infinito alcança o finito na história, manchada de sombras, morte e pecado, a fim de salvar, restaurar, redimir, santificar o homem decaído.

E no teu seio, ó Trindade Santa, se faz ouvir, pleno de compaixão, a voz do Filho: “Eis que eu venho...fazer a vossa vontade, meu Deus” (Sl 39), voz que encontra eco na filha mais bela, mais plena do Espírito que assim fala: “Eis a serva do Senhor; faça-se em mim segundo a tua Palavra” (Lucas 1,38). E , Maria Virgem, se torna santuário que acolhe a Palavra na realidade da mais pequenina parcela vital que dá origem ao Deus misericordioso, do Deus da justiça, no Deus que cumula os pobres de bens.

E o Verbo, que era desde o Princípio, desce das alturas da glória, esconde a própria glória na pequenez de um ser que começa a existir e a se desenvolver na carne humana. “O Verbo se fez carne” (Jo 1,14).

Eu te adoro, Verbo encarnado, assumindo agora, momento para momento, a substância criada em Maria e por Maria: a água, a matéria orgânica r inorgânica vão constituindo o teu corpo, tua exelsa divindade, ó Verbo Encarnado, toca a matéria e a redime, toca a matéria e santifica-a, toca a matéria e diviniza-a, recapitulando, recriando a obra criadora.

Eu te adoro, Verbo Encarnado, assumindo o ser humano no menino de Belém, na criança de Nazaré sem privilégios e distinções, no Messias – Jesus da Palestina – totalmente despojado da realeza segundo os homens, mas construindo o Novo Reino.

Eu te adoro, Verbo Encarnado, expressão suprema do amor d’Aquele que É (Ex 3,4) d’Aquele que é Amor (Jô 4,8) união do divino e do humano. Deus se revela no Homem-Deus e se torna Deus-Homem.

Eu te adoro, Verbo Encarnado, entrando na história – Criatura primeira da mente divina para o qual e no qual Deus fez o universo. Eu te adoro, Verbo Encarnado, que, assumindo a história e a realidade humana, não permites a entrega de sua trajetória ao fatalismo e ao mal..

Eu te adoro,Verbo Encarnado, A e Z da humanidade, ponto de convergência dos dinamismos da história, meta final do homem e do cosmos.

Eu te adoro, Jesus, ponto de imã de atração para aqueles que estão na penosa e lenta ascensão para Deus.

Senhor, dá-me o conhecimento íntimo de Jesus que se faz homem por minha causa para uqe possa amá-lo e segui-lo mais de perto.


Tenham todos um ótimo e abençoado fim de semana!
Rosane!







3 comentários:

  1. Que texto mais lindo, Vovó e que se encaixa muito bem com essa época do Natal. Porque todos nós adoramos o Verbo Encarnado, Adoramos e amamos Jesus com todas as foças e buscamos sempre estar ao lado de Deus.

    A senhora e sua sua sentibilidade me deixam sempre terna. Vir aqui é sempre ler palavras de sabedoria, vovó.

    Um beijo enorme para a senhora.

    ResponderExcluir
  2. Nossa tudo que você escreveu é muito lindo. É uma pena que não são todas as pessoas que têm essa senssibilidade e essa fé.
    Felicidades
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Puxa amada, vc etá se superando com esses belos textos em homenagem ao nosso Amor!...Muito comovente! Sim, que peçamos sempre a Graça de uma intimidade sempre maior com Ele, o Amor!Como isso é importante! Rac manda bjos pra vovó! Mil bjos carinhosos e sufocantes pra minha maninha!tE AMOOOOO! ps: tAMO REZANDO, VIU? mAIS BJOS!

    ResponderExcluir

"Concedei-nos, Senhor, a serenidade necessária
Para aceitar as coisas que não podemos modificar,
Coragem para modificar aquelas que podemos,
E sabedoria para distinguir umas das outras".

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails