segunda-feira, 27 de outubro de 2008

BLOGAGEM COLETIVA "ABRE ASPAS"


Para participar é só clicar na imagem.

Participe você também!



DEAMBULATORIUM
© DE
João Batista do Lago


Acordo num ofertório do dia
Onde a primavera solícita
Oferece-me o sorriso das flores
Ouço as palavras das rosas
Dizendo-me: “Bom dia!”
O sol oferece-me a luz
Translúcida de ternuras (e)
Banha meu corpo no
Delírio do deslumbramento
Matinal duma primavera única
Sinto o rio que corre dentro de mim
Levando meus pensamentos às
Profundezas rochosas do meu ser
Lavando as pedras ressecadas pelo tempo
Transformando num movimento alquímico
Meus sentimentos em pérolas de esperança
Assim amanheço no meu hoje
Renovando-me do meu divino caos
Recriando-me no ovário do sagrado
Espaço de todas minhas manhãs
Feitas de flores
De rosas
De Primaveras







BREVE BIOGRAFIA DE JOÃO BATISTA DO LAGO

Nascido no dia 24 de junho de 1950, na cidade de Itapecurumirim, Estado do Maranhão, JOÃO BATISTA GOMES DO LAGO é filho de Pedro Uchôa do Lago (falecido) e de Júlia Martins Gomes do Lago. Tem nove irmãos: três mulheres e seis homens.

Desde muito cedo JOÃO BATISTA DO LAGO teve contato com o universo da literatura, sobretudo a Poesia, que, segundo ele, “faz parte da natureza do maranhense, a ponto das pessoas se tratarem pelo codinome comum a todos de ‘Poeta’ ao se encontrarem ou passarem umas pelas outras”.
Essa característica maranhense, segundo o autor, “fez com que eu me tornasse um poeta compulsivo, mas ao mesmo tempo desenvolvi uma severa autocrítica”. Em razão disso, diz ele: “apesar de ter produzido, ao longo de todos esses anos, em torno de cinco mil versos, aproximadamente, nunca me achava capaz de publicar um livro; tenho em mente que a minha poesia está sempre na iminência de ser completada, melhorada, atualizada e contextualizada no meu presente… no meu campo real”. E sintetiza: “Penso que agora estou pronto para publicar um livro de poesias!”.

Ao falar mais especificamente do caráter literário da sua poética JOÃO BATISTA DO LAGO revela que se considera um poeta “surracionalista” (palavra cunhada pelo filósofo Gaston Bachelard), ou seja, “tal qual no surrealismo utilizo as palavras como objeto para alcançar o objetivo de uma ‘experienciação’ para uma nova realidade experimental, sacando-a do campo da simples epistemologia e introduzindo-a no campo da ontologia pura, na qual é operante uma meta-estética da fenomenotécnica; minha proposta é ultrapassar a simples qüididade da palavra e do texto no que se refere à essencialidade ou a substancialidade - seja geométrica, estética ou gramatical. Ora, isso sugere a desverbalização da palavra em si, de si e para si, o que significa a desconstrução do discurso da palavra ou do texto homófono, para constituí-lo e fixá-lo como ‘sujeito’ do discurso substancial, real e concreto, em síntese, ontológico”.

JOÃO BATISTA DO LAGO revela, ainda, outra paixão: o jornalismo - profissão exercida há mais de 30 anos, no Maranhão, em São Paulo, em Pernambuco, no Rio Grande do Sul, no Paraná e, por último, no Estado de Rondônia.

Hoje, sua atuação restringe-se a consultorias de comunicação social, de marketing político e persuasão eleitoral, de marketing empresarial e pesquisador.


Atendendo ao pedido feito pela Amiga Dora Coimbra, publico também essa prece feita por ela para uma amiga que está adoentada e necessita de nossas preces. Uni-me também a ela pedindo a Deus sua cura e restabelecimento. Se você que por aqui passa una-se também é por boa causa!







Rosane!

12 comentários:

  1. A Poesia está bem entregue às novas gerações.
    Parabéns pela escolha e divulgação.
    Voltarei aqui.

    ResponderExcluir
  2. Voinha, a poesia acalma as nossas almas e sempre renovam as nossas esperanças... Lindo demais o texto que escolhestes!!!

    "Matinal duma primavera única
    Sinto o rio que corre dentro de mim
    Levando meus pensamentos às
    Profundezas rochosas do meu ser..."

    BEijão, vó!!
    TE amooo

    ResponderExcluir
  3. Jorge já foi feliz em resumir o que eu diria.
    Sua contribuição foi valiosa, minha amiga.
    Parabéns!
    Um beijo!

    ResponderExcluir
  4. Que bela participação a sua carissima. Adorei. Não o conhecia. Aliás, hoje estou desbravando novos horizontes na poesia... Abraços meus

    Blog Acqua

    ResponderExcluir
  5. Vim ao castelo da rainha
    na blogagem coletiva.

    Muitos beijos.

    Eliana

    ResponderExcluir
  6. Rô, nós dois escolhemos um João! Bela coincidência! rsrs

    Muito interessante essa característica que ele cita do maranhense. Tenho alguns parentes distantes por lá. Que chique, acho que tenho poetas na família! rsrs

    Rô, vou ficar aqui enviando pensamentos positivos à amiga da Dora. Que ela se restabeleça o quanto antes. Estou contigo!

    Tenha uma bela semana!
    Beijão!

    ResponderExcluir
  7. Rô, minha querida, é sempre uma alegria entrar aqui neste seu espaço de céu!...Espacinho de Deus que trás a todos nós a Sua Alegria, Paz, Ternura...Que saudade!...Obrigada por ser manso instrumento em Suas Adoráveis Mãos, minha querida! Obrigada por seu amor! Saindo daqui estarei lhe enviando um email e esperarei sua respostinha. Jesus e Maria Amados lhe abençoem muito, bem como a sua linda família e seu caminho de amor! Com muiiiiiiiiiiiiito carinho e mil bjos em seu coração!

    ResponderExcluir
  8. Obrigado pela visita. Também já linkei o seu blog no meu. Obrigado

    ResponderExcluir
  9. Eu já fui lá conhecer os outros textos dele. Boa semana!

    ResponderExcluir
  10. Ro, querida, tem presentinho pra vc no email!...Mil bjos carinhosos!

    ResponderExcluir
  11. [blue]Querida!
    Obrigada pela visita e pelas palavras :-)
    Gostei muito da sua escolha porque AMO flores. Todas! Fiz até uma poesia sobre isso. Se quiser ler, está lá no blog; é só procurar no marcador "da minha pena".
    E que Deus abençoe essa sua amiga que está sofrendo, pois a Ele pertencem os nossos dias.
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. A todos os blogueiros e seus blogues

    Com este poema que estou a registar,
    Simplesmente o quero felicitar,
    Pelo seu trabalho e dedicação,
    Por toda a beleza e imaginação.

    Um blogue pode ser rico e interessante,
    Pelo conteúdo publicado a cada instante,
    Pode servir para divertir ou ensinar,
    Depende de si e do conteúdo que nele colocar.

    Com um blogue se pode cultivar amizade,
    Pode ser um grande amigo na verdade,
    Com ele se pode viajar,
    E muitos amigos internautas ajudar.

    O que lhe quero pedir afinal,
    Se tem fé, reze por alguém que está muito mal,
    Os médicos dizem que agora só Deus pode ajudar,
    Se nos milagres conseguirmos acreditar.

    Jovem mãe com dois filhos para criar,
    E a doença dela se veio apoderar,
    Resta-nos acreditar e juntarmo-nos em oração,
    Pois Deus amigo nos escutará e lhe dará a salvação.

    Se quiser esta mensagem a seus amigos levar,
    Seremos sempre mais para por esta amiga rezar,
    Não tenha receio de no seu blogue publicar,
    Esta fazendo caridade a alguém que de orações está a precisar.

    Autoria: Dora Coimbra
    http://coimbra.romandie.com

    ResponderExcluir

"Concedei-nos, Senhor, a serenidade necessária
Para aceitar as coisas que não podemos modificar,
Coragem para modificar aquelas que podemos,
E sabedoria para distinguir umas das outras".

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails