quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Amanhã não existe



Amanhã não existe
- Letícia Thompson -



As pessoas não são eternas. Pelo menos não na vida terrena. Elas apenas passam, vivem o tempo que lhes é ofertado e retornam à terra.

Ninguém pode acrescentar um segundo sequer à sua vida ou à de alguém. Não temos esse poder e quando a hora chega, ela chega.

Mas preferimos não pensar nisso. Julgamos que temos todo o tempo do mundo para fazer isso ou aquilo, para recuperar o perdido, para sarar o ferido e restabelecer a paz.

Amanhã eu ligo, amanhã eu faço, amanhã peço perdão, amanhã me reconcilio, amanhã... como se pudéssemos segurar o amanhã nas nossas mãos! Como se ele fosse chegar por nossa vontade e trazer tudo como ontem ou como hoje! Amanhã? Hoje é o amanhã de ontem e tudo continua na mesma, por que espera-se pelo amanhã.

Cada qual tem sua história e suas histórias. Cada qual sua cruz e suas dores, suas alegrias, seus lamentos, seus dissabores, seus ganhos e perdas. É o que nos forma como pessoas, que nos dá a impressão de existir, de fazer parte do universo. E há, assim, como com milhares de outros, relacionamentos quebrados, porque um dia alguém feriu e foi ferido.

Quando isso acontece, construímos em volta do nosso coração um muro, uma barreira que o outro não pode atravessar. Nos sentimos tão importantes com isso que nem percebemos que esse muro impede o outro de entrar, mas nos impede, a nós, de sair. Nos tornamos prisioneiros, aprisionados das nossas idéias e nossas mágoas. Não estendemos a mão e recusamos a do outro, caso nos estenda.

Enquanto isso, a vida continua. Não damos, talvez para punir e não recebemos, como punição que nos infligimos a nós mesmos, inconscientemente.

Vamos deixar para amanhã para resolver isso, porque hoje estamos magoados demais, não conseguimos perdoar e não queremos dar o braço a torcer, afinal, não erramos. E eu diria, como Cristo, quem nunca errou, que atire a primeira pedra!

Amanhã não existe. O amanhã, só o conhecemos quando o sol nasce e que o Senhor nos dá aquele dia a mais. E todo mundo não chega lá. Não podemos afirmar que estaremos ainda aqui, porque a vida é imprevisível, às vezes temos o sentimento que é mesmo cruel.

Se o hoje nos é ofertado, por que não viver sem grades e sem muros, em comunhão com o mundo e com Deus? O orgulho? Olhe para ele de cara feia e diga: eu quero é ser feliz e se eu quero, eu vou ser feliz!

Muros nos impedem de abraçar, de sentir o calor ou as batidas do coração do outro. Nos impedem de dar e de receber, nos transformam em pessoas separadas e isoladas.

Destrua, então, com coragem, dessa que só os grandes possuem, esse muro em volta do seu coração e volte a abraçar. Perdoe, mesmo se perdão não foi solicitado, porque cada qual deve dar conta da sua vida a Deus e a outra pessoa responderá por si mesma.

Liberte-se , porque se o amanhã não vier para a outra pessoa, você terá que aprender a conviver com seu coração fechado e terá perdido os melhores anos da sua vida.





Bom dia a todos que seja para todos uma boa reflexão para dia de hoje!


Para os meus Amigos!
A vovó também é uma eterna criança deu pra perceber...!








6 comentários:

  1. Oie querida, muito bonito esse texto. Temos que viver o hoje e dizer as pessoas que amamos o quanto elas são importantes pra gente e temos que fazer isso enquanto elas têm vida, pois depois de mortas elas estão em outro patamar. Rô eu gosto de receber os sêlos sim. Significa que fui lembrada. Só não coloco no meu blog porquê ache que ele já tem figura demais. Obrigada por ser sempre lembar de mim nos mms e sêlos. Bjks

    ResponderExcluir
  2. Oi Rô

    Dia 31 vem chegando, prepare-se para a blogagem coletiva!

    "Junte sua mãe, seu cachorro e sua sogra
    Traga todo mundo o coro vai comê !"

    Grande abraço a todos e estou no aguardo.

    Ronaldo - Vida Blog

    ResponderExcluir
  3. Vovó, eu já disse que adoro os tetxtos que a senhora deixa aqui pra nós? Eu sempre me identifico com eles e eles sempre deixam meu dia mais claro.

    Desde ontem resolvi que quero ser um pouco diferente, me cuidar mais, pra poder cuidar melhor do próximo. Acho que abri meu coração, pra mim e pro perdão.

    Beijinhos, vovó linda!!!

    ResponderExcluir
  4. Ótimo texto, Rô!

    Pobre de quem não perdoa! Este é quem fica preso no muro construido por ele mesmo.

    Bjim.

    ResponderExcluir
  5. Cada dia é diferente, né vó?!!
    Então quero cuidar mais de mim e viver, apenas viiiiiver!!
    Beijos,
    te amooooooooo

    ResponderExcluir
  6. Rô,

    Que texto lindo. Há tanta sabedoria nele que acho que de cara a gente nem consegue perceber, precisamos ler e reler... talvez devêssemos lê-lo todos os dias. Porque, quanta coisa a gente não deixa para depois? Eu mesma tenho deixado muita coisa para fazer lá na frente, mas não sei se as coisas serão como eu imagino... a vida já é complexa demais e às vezes a gente complica tanto e acaba piorando tudo... mas enfim... Esse texto me faz lembrar o quanto é importante o perdão! :)

    Beijos, Rô, e continue nos brindando com textos tão maravilhosos como esse!

    ResponderExcluir

"Concedei-nos, Senhor, a serenidade necessária
Para aceitar as coisas que não podemos modificar,
Coragem para modificar aquelas que podemos,
E sabedoria para distinguir umas das outras".

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails