sexta-feira, 4 de abril de 2008

O Espetáculo vai começar!!!









Você conhece esse lindo rapaz?







Quando fui para Goías em meados de Fevereiro, ganhei, porque pedi para a comissária de bordo da TAM companhia aérea que usei,uma revista da mesma, para poder dar para minha filha que está há fazer um curso de comissária. Na capa da revista havia a foto de um palhaço. Ao começar a folhear, fui direto para a matéria. Esse moço bonito tem 34 anos, é do interior do meu estado, São Paulo, foi criado pela avó como ele diz a ama muito, fala russo, fez break dance, capoeira e ginástica olímpica. É um líder nato e também o único brasileiro que integra o Espetáculo Alegria do Cirque du Soleil. O nome dele ?
Marcos Casuo.

Para dizer a verdade, gostaria muito de poder assistir tal espetáculo, mas o preço dos ingressos torna-se inviável aos bolsos de uma pobre cidadã brasileira, penso que apenas uma minoria tem para dispor de seus bolsos uma quantia que varia de cr$ 130,00 a cr$ 380,00. Não que o espetáculo não vália tudo isso,principalmente pela magnitude da Companhia do Cirque du Soleil, é até pouco, o problema fica por conta de nós, pobres brasileiros. Então toda essa maravilha apenas atinge, como sempre, uma minoria que é tão privilegiada.

Mas graças a Deus ,também eu pertenço a uma classe de pessoas que tem esse recurso maravilhoso que é a internet, e como sempre a curiosidade da vovó Rô é maior do que ela própria, navegando por aí descobri que na Companhia do Cirque du Soleil, existem muito outros brasileiros, que me deixaram orgulhosa de ser brasileira. Brasileiros que foram e que vão atrás de seus sonhos. Brasileiros que fazem a diferença, brasileiros que não ficaram murmurando pelos cantos, dizendo que esses ou aqueles são os culpados da sua falta de oportunidade. Mas para fazermos a diferença temos que ser como ele, Marcos Casuo, ou como as mulheres brasileiras -
Camila Comim, ex ginasta, deixou a ginástica olímpica em 2006 e em 2007 assinou contrato com o Cirque (ela não participa do Espetáculo Alegria). E as gémeas Carolina e Isabela de Moraes, destaques do nado sincronizado nas Olímpiadas de Sydnei (2000) e Atenas (2004), fazem parte da companhia desde 2005. Há outros brasileiros também.
Ainda navegango na net, mais precisamente na revista Época,encontrei essa essa matéria sobre o Marcos Casuo - e muito mais a respeito da Campanhia Cirque du Soleil -
Primeira vez que Marcos Casuo ouviu falar do Cirque Du Soleil foi em um hotel em São Paulo. Ele estava com integrantes do Grande Circo Popular do Brasil, companhia em que trabalhava. “Olha que som, que técnica, que luz!”, diziam os colegas. Marcos era o único que se mantinha calado. Quando a fita acabou, falou só uma frase: “Um dia, vou estar ali”. Os colegas riram.
Hoje, Casuo está ali, no centro do maior picadeiro do planeta, o Cirque du Soleil. É o mais travesso, e mais carismático, dos palhaços de Alegría, o principal show da companhia canadense que se tornou uma potência do entretenimento.
Desde sua fundação, em 1984, o Cirque já atraiu mais de 70 milhões de pessoas para seus espetáculos em todos os continentes. Casuo é um dos 31 brasileiros entre os mais de mil artistas do Cirque, o único a participar da excursão que chegou ao Brasil na semana passada para cumprir um calendário de nove meses em seis cidades (Curitiba, Brasília, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre).


E é a atração mais aplaudida de Alegría. No momento em que abre os braços e entra em cena, acompanhado por outros dois clowns, o público vem abaixo. Ele costuma começar pisando em um avião de papel, brinquedo de outro ator. Depois, prende um cavalo de pelúcia na cintura e finge ter problemas com as rédeas do animal invisível. Mais à frente, vocifera contra o colega, arrepende-se e pede desculpas – que são rejeitadas. Entre as dezenas de línguas que influenciam o “cirquês”, a mistura de fonemas usada na arte dramática do Cirque, Casuo escolhe um termo bem português: “Bobo!”. Seus números acontecem entre as apresentações de trapézio sincronizado, acrobacias no solo, contorcionismo e outros périplos de Alegría, uma féerie com duração de duas horas, envolvendo 130 pessoas, entre elenco e equipe técnica.



Para saber mais sobr o Cirque de Soleil veja este Site ele está em Ingles e Frances - http://lazer.hsw.uol.com.br/framed.htm?parent=cirque-du-soleil.htm&url=http://www.cirquedusoleil.com/cirquedusoleil/default.htm
Imagens Google Imagens, vários Sites...

4 comentários:

  1. Oi Rô!
    Tenho paixão para assistir ao espetáculo do Cirque de Soleil.
    Eu e meu marido tentamos comprar ingressos para assistir em Curitiba no ano passado, mas não conseguimos.
    Acabamos conhecendo a capital paranaense no final do ano, mas o circo... vai ficar para a próxima temporada.
    Abs

    ResponderExcluir
  2. Rô,

    Que post legal. De fato, belo rapaz... E uma bela história.

    Os preços dos ingressos são mesmo bem salgados, hein? Uma pena...

    Beijos!!! =o)

    ResponderExcluir
  3. Nunca tinha ouvido falar, mas adorei conhecê-lo através de vc!
    Como a Adri falou, é uma pena mesmo que os ingressos sejam tão caros, todos deveriam tem acesso a um espetáculo tão lindo!

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi Rôoo!! De vez em quando eu vejo os espetáculos pela TV, que para dizer a verdade eu até prefiro, podemos ver mais detalhadamente, a menos que compremos os ingressos da primeira "fila", mesmo assim, do jeito que sou cegueta.....rsrsrs

    Parabéns pelo artigo!!!

    Muitos beijinhos

    ResponderExcluir

"Concedei-nos, Senhor, a serenidade necessária
Para aceitar as coisas que não podemos modificar,
Coragem para modificar aquelas que podemos,
E sabedoria para distinguir umas das outras".

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails