segunda-feira, 14 de abril de 2008

É possível envelhecer com saúde?


É possível envelhecer com saúde?


Written by Bruno Fischer
Wednesday, 09 January 2008
Bruno Fischer
Ainda hoje o conceito de saúde pode ser confundido e expressado apenas como a ausência de doenças, porém a Organização Mundial de Saúde (OMS) há muito tempo já definiu saúde como o estado em que o indivíduo se encontra em perfeito bem-estar físico, mental e social. Ou seja, um estado de equilíbrio entre todos os aspectos do ser humano, e este equilíbrio dificilmente será atingido sem que nos esforçamos para isto. Muitos são os cuidados a serem tomados e quanto mais cedo dermos atenção a eles, mais eficiente serão nossas atitudes. O processo de envelhecimento varia bastante entre as pessoas e é influenciado tanto por fatores genéticos quanto pelo estilo de vida. Especialistas em envelhecimento acreditam que poderíamos viver em média até 120 anos se o estilo de vida e o perfil genético fossem ideais. Um estudo feito nos Estados Unidos pela universidade de UCLA com mais de seis mil pessoas, demonstrou diferenças de mortalidade drásticas entre aqueles que seguiam sete hábitos saudáveis simples (nunca fumar, ingestão moderada de álcool, tomar café da manhã, não petiscar, dormir em média oito horas por noite, exercitar-se regularmente e manter o peso ideal) e aqueles que não os seguiam. Aqueles que seguiram os sete hábitos saudáveis apresentavam taxa de mortalidade muito menor, e foi estimado que viveriam em média nove anos a mais do que aqueles que não praticavam. Uma forma já sabida de manter uma boa saúde e melhorar a qualidade de vida é a prática regular de atividade física. De todos os grupos etários , as pessoas idosas são as que mais se beneficiam com os exercícios. O risco de muitas doenças e problemas de saúde comuns na velhice (ex. doenças cardiovasculares, câncer, hipertensão arterial, depressão, osteoporose, fraturas ósseas e diabetes) diminui com a atividade física regular. A algum tempo atrás quando se falava em exercício físico para idosos, a orientação que se dava era para que realizassem uma caminhada leve. Esse conceito estava equivocado, pois pouquíssimos benefícios podem ser obtidos com a realização de exercícios de endurance (aeróbios) leves. Estudos tem demonstrado que exercícios de endurance intensos ou, no mínimo, moderados podem favorecer alguns aspectos físicos como o aprimoramento da capacidade cárdio-respiratória e mudanças na composição corporal com a diminuição dos níveis de gordura corporal (MEREDITH E FRONTERA et al,1989; GORAN E POEHLMAN,1992; SHABERG-LOREI,1990; SHUARTZ et al,1991 E 1992; MORIO et al,1999) Sabemos que a diminuição da força muscular e a flexibilidade são as maiores limitações para as atividades da vida diária. Agachar e levantar, subir e descer escadas, levantar objetos pesados, banhar-se e vestir-se são exemplos de atividades prejudicadas pela diminuição da força e flexibilidade. Exercícios aeróbios podem aprimorar o sistema cardiovascular, mas pouquíssima influencia no aumento da força e flexibilidade, sendo necessário um outro tipo de estímulo, que consiste na prática de exercícios resistidos (popularmente conhecidos como musculação).
Diversos estudos tem demonstrado que os exercícios de força (musculação) são uma maneira viável e efetiva para aumentar a força e massa muscular, reduzir os níveis de gordura corporal e conter a fragilidade física (FIANTORE et al,1994; DUPLER E CORTES,1993; SIPILA E SUOMINEN,1995; FRONTERA et al,1988; WOOD et al, 2001; MORGANTI et al 1995) Um estudo de Fiantore et al, 1990 concluiu que o treinamento intenso de força aumenta de forma significativa a força muscular e a mobilidade funcional em idosos com mais de 96 anos.
Diversos outros estudos tem demonstrado a eficiência da musculação na melhoria das capacidades funcionais do organismo, como a velocidade, o equilíbrio e a flexibilidade em idosos (ALEXANDER et al,2001; FATOUROS et al, 2002; BROCHU et al, 2002; JUDGE et al, 1993 E FLECK E KRAEMER 1991). Podemos concluir que os exercícios de força contribuem muito para o aprimoramento de todas as capacidades funcionais necessárias para o indivíduo manter uma ótima aptidão física Ainda não foi descoberta a pílula ou a fonte da juventude, portanto o melhor que temos a fazer é adotar um estilo de vida saudável para prevenir os males do envelhecimento. Uma dieta bem balanceada e atividade física regular juntamente combinadas com espiritualidade e afetividade em alta constituem a melhor forma de chegar na terceira idade com muita saúde. Cabe a nós, idosos do presente ou do futuro, acreditar e trabalhar por isso.





QUANDO EU ENVELHECER


Todos envelhecemos um pouco todos os dias Mas no sentido mais alargado da palavra este envelhecerquer dizer o envelhecimento numa idade mais avançada.
Quando eu envelhecer Serei mais completa, mais autêntica e mais forte.Verei mais longe e mais além.A minha edificação não se vai desmoronar.Cuidarei para que isso não aconteça.O meu sorriso será mais aberto e mais docepois precisarei transmitir aos vindourostodo o meu encantamento pela vida e,toda a ternura que vivi. Aquela menina que cresceu dentro de mim ainda existe.Reinventarei novos horizontes para nunca perder nada do que acontece para além do que é visível.Mas, não saberei tudo. Então, mais apta e mais disponívelvirão novas aprendizagens e , surgirão novas viragens que aceitarei.Novas etapas se aproximarão.Olharei o meu rosto, e sei que sou eu.Reconhecêrei-o sempre porque verei neleuma beleza feita de amor e serenidade,que os anos os amargos e as alegrias da vida nunca alteraram.Os traços mais profundos têm histórias para contare beleza para mostrar.Os cabelos brancos serão a sua coroa de glória.Serei sempre eu, igual ao que fui sempre. Nada mudará dentro da minha alma e do meu coração.

Fonte de informação - recantodasletras.uol.com.br

3 comentários:

  1. É um belo aprendizado este texto, Rô!

    Que você tenha uma semana iluminada, cheia de paz e amor e principalmente, muita saúde!

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Espero envelhecer com sabedoria e elegância, Rô.
    Uma óptima semana!
    Bjos

    ResponderExcluir
  3. Eu acho que envelhecer com saúde é fundamental para a qualidade de vida, inclusive, da família.

    É horrível ter um familiar idoso e doente, não pelo trabalho que dá, mas ver sofrer quem amamos :(

    Beijinhos Querida

    ResponderExcluir

"Concedei-nos, Senhor, a serenidade necessária
Para aceitar as coisas que não podemos modificar,
Coragem para modificar aquelas que podemos,
E sabedoria para distinguir umas das outras".

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails