quinta-feira, 31 de janeiro de 2008

Voce pode fazer a diferença!




Recebi estas mensagems por e-mail, guardar só para mim muito egoísmo, se até os animais fazem a diferença, porque nós seres humanos não podemos fazer também... então ei-las para todos...




Você pode fazer a diferença...
Relata a Sra. Teresa, que no seu primeiro dia de aula parou em frente aos seus alunos da quinta série primária e, como todos os demais professores, lhes disse que gostava de todos por igual.
No entanto, ela sabia que isto era quase impossível, já que na primeira fila estava sentado um pequeno garoto chamado Ricardo. A professora havia observado que ele não se dava bem com os colegas de classe e muitas vezes suas roupas estavam sujas e cheiravam mal.
Houve até momentos em que ela sentia prazer em lhe dar notas vermelhas ao corrigir suas provas e trabalhos.
Ao iniciar o ano letivo, era solicitado a cada professor que lesse com atenção a ficha escolar dos alunos, para tomar conhecimento das anotações feitas em cada ano.
A Sra. Teresa deixou a ficha de Ricardo por último. Mas quando a leu foi grande a sua surpresa.
A professora do primeiro ano escolar de Ricardo havia anotado o seguinte: Ricardo é um menino brilhante e simpático. Seus trabalhos sempre estão em ordem e muito nítidos. Tem bons modos e é muito agradável estar perto dele.
A professora do segundo ano escreveu: Ricardo é um aluno excelente e muito querido por seus colegas, mas tem estado preocupada com sua mãe que está com uma doença grave e desenganada pelos médicos. A vida em seu lar deve estar sendo muito difícil.
Da professora do terceiro ano constava a anotação seguinte: a morte de sua mãe foi um golpe muito duro para Ricardo. Ele procura fazer o melhor, mas seu pai não tem nenhum interesse e logo sua vida será prejudicada se ninguém tomar providências para ajudá-lo.
A professora do quarto ano escreveu: Ricardo anda muito distraído e não mostra interesse algum pelos estudos. Tem poucos amigos e muitas vezes dormem na sala de aula.
A Sra. Tereza se deu conta do problema e ficou terrivelmente envergonhada.
Sentiu-se ainda pior quando lembrou dos presentes de Natal que os alunos lhe haviam dado, envoltos em papéis coloridos, exceto o de Ricardo, que estava enrolado num papel marrom de supermercado.
Lembra-se de que abriu o pacote com tristeza, enquanto os outros garotos riam ao ver uma pulseira faltando algumas pedras e um vidro de perfume pela metade.
Apesar das piadas ela disse que o presente era precioso e pôs a pulseira no braço e um pouco de perfume sobre a mão. Naquela ocasião Ricardo ficou um pouco mais de tempo na escola do que o de costume. Lembrou-se ainda, que Ricardo lhe disse que ela estava cheirosa como sua mãe.
Naquele dia, depois que todos se foram, a professora Tereza chorou por longo tempo...
Em seguida, decidiu-se a mudar sua maneira de ensinar e passou a dar mais atenção aos seus alunos, especialmente a Ricardo.
Com o passar do tempo ela notou que o garoto só melhorava. E quanto mais ela lhe dava carinho e atenção, mais ele se animava.
Ao finalizar o ano letivo, Ricardo saiu como o melhor da classe. Um ano mais tarde a Sra. Tereza recebeu uma notícia em que Ricardo lhe dizia que ela era a melhor professora que teve na vida.
Seis anos depois, recebeu outra carta de Ricardo contando que havia concluído o segundo grau e que ela continuava sendo a melhor professora que tivera. As notícias se repetiram até que um dia ela recebeu uma carta assinada pelo Dr. Ricardo Stoddard, seu antigo aluno, mais conhecido como Ricardo.
Mas a história não terminou aqui. A Sra. Tereza recebeu outra carta, em que Ricardo a convidava para seu casamento e noticiava a morte de seu pai.
Ela aceitou o convite e no dia do casamento estava usando a pulseira que ganhou de Ricardo anos antes, e também o perfume. Quando os dois se encontraram, abraçaram-se por longo tempo e Ricardo lhe disse ao ouvido:
- Obrigado por acreditar em mim e me fazer sentir importante, demonstrando-me que posso fazer a diferença.
Mas ela, com os olhos banhados em pranto sussurraram baixinho: você está enganado! Foi você que me ensinou que eu podia fazer a diferença, afinal eu não sabia ensinar até que o conheci.
Mais do que ensinar a ler e escrever, explicar matemática e outras matérias é preciso ouvir os apelos silenciosos que ecoam na alma do educando.
Mais do que avaliar provas e dar notas, é importante ensinar com amor mostrando que sempre é possível fazer a diferença...


A segunda mensagem também recebida por e-mail depois de refletir vi que completa a primeira estão está aí para todos refletirmos!!!

Você é um

Você é único

Você é importante

Você é especial

Um som pode incitar um momento

Uma flor pode acordar um sonho

Uma árvore pode começar uma floresta

Um pássaro pode anunciar uma estação

Um sorriso pode começar uma amizade

Uma palma levanta a alma

Uma estrela pode guiar um navio no mar

Qualidade Uma palavra pode definir a moral da historia

Um voto pode mudar uma nação

Um raio de sol ilumina um quarto

Uma vela anular a escuridão

Uma gargalhada acaba com a tristeza

Cada jornada começa com um passo

Uma palavra tem que começar cada prece

Um esperança pode elevar nossos espiritos

Um toque pode mostrar que você se importa.

Uma voz pode falar com sabedoria

Um coração pode saber o que é verdadeiro

Uma vida pode fazer a diferençaIsso é com voce!

Seja extrovertido

Seja corajoso

Seja orgulhoso

Seja voce mesmo

Aprenda

Cresça

Ensine

Sonhe

Inspire

Explore

Tenha esperança

Reze

Ouça

Crie

Ajude

Sirva

Motive

Descubra

Compartilhe

Acredite

Arquive (gruarde)

Pergunte a si mesmo

Persiga

Ame

Proteja

Experenci

Você pode fazer a diferença.

5 comentários:

  1. Rô, querida mãe/vó,

    Acebei de responder seu e-mail, espero que ajude de alguma forma e desculpa a demora, tá? Depois me conta as novidades...

    Beijos e fica com Deus!

    ResponderExcluir
  2. Duas belíssimas mensagens, Rô! Por isso me faz tão bem vir aqui no seu cantinho!
    Que você tenha uma ótima noite!

    Beijão nesse coração lindo!

    ResponderExcluir
  3. Olá Rô
    Adorei suas mensagens,sobretudo a 1ª,porque também sou professora e entendi bem a verdade dessas afirmações. Um gesto pode fazer toda a diferença e também nós aprendemos muito com os nossos alunos!!!

    Mas, você inspirou o meu último post, pois essa cena dos animais tenho cá em casa, constantemente. Hoje, desabafei, porque foi um dia triste; assim, também aproveitei para dar uma ideia da visão espírita sobre um tema que eu ainda não havia tratado.
    Veja por si: http://ideiaespirita.blogspot.com/2008/01/os-nossos-animais.html

    Com amizade
    Joana

    ResponderExcluir
  4. O seu blog é cheio de lições de amor, é por isso, que todos os que aqui chegam ficam encantados com você.

    Beijinhos com carinho

    ResponderExcluir
  5. "Na Casa da Vovó" reina a Paz. Parabéns! Você faz a diferença. Um caloroso abraço.

    amelinha

    ResponderExcluir

"Concedei-nos, Senhor, a serenidade necessária
Para aceitar as coisas que não podemos modificar,
Coragem para modificar aquelas que podemos,
E sabedoria para distinguir umas das outras".

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails