quarta-feira, 1 de agosto de 2007

Para refletir - Características do Amor


Amor = acolhida e dom

Podem torcer as coisa como quiserem, mas o amor é dom e uma acolhida. O beijo é um símbolo de amor, é, ao mesmo tempo, sinal de dom e acolhida. Ma s um beijo não acolhido não é verdadeiramente beijo. Uma estátua de mármore não recebe beijos, só lábios vivos. E lábios vivos são os que acolhem e dão ao mesmo tempo. O beijo é um gesto admirável, exatamente por isso que não devemos prostitui-lo, não brincar com ele, é preciso reservá-lo como sinal de algo de extremamente profundo ( e aqui chegamos ao âmago de tudo o que a igreja pensa em matéria de moral sexual). O beijo é troca de sopros que significa a troca de nossas profundezas; SOPRA-ME EM TI, EXPIRO-ME EM TI, ASPIRO-TE EM MIM, DE TAL MODO QUE ESTOU EM TI E TU EM MIM.

Ou seja, descentra-me para o meu próprio centro não mais me pertencer; doravante, sejas tu o meu núcleo. A ti é que amo, a ti que és o meu centro, vivo para ti e por ti; sei que tu também te descentras, não és mais o centro de ti mesmo, estás centrado em mim. Estou centrado em ti, vivo por ti. Estás centrado em mim, vives por mim e vivemos os dois um pelo outro. AMAR É VIVER PARA O OUTRO (DOM) E VIVER PELO OUTRO (ACOLHIDA). AMAR É RENUNCIAR A VIVER EM SI, POR SI E PARA SI.

eis O MISTÉRIO DA TRINDADE. Se o amor é dom e acolhida, é necessário que haja diversas pessoas em DEUS.Ninguém si dá a si mesmo, nem a si próprio acolhe. A vida de Deus é essa vida de acolhida e dom.O Pai é movimento para o Filho, ele não é senão para o Filho. São realmente os filhos que dão às mulheres a condição de mães; sem eles, não o seriam. Ora Filho é Filho para o Pai e pelo Pai. E o Espírito Santo é o beijo entre eles.

Texto tirado do Livro CRER PARA VIVER

DE FRANÇOIS VARILLON - EDIÇÕES LOYIOLA.

Uma das melhores definições do grande Mistério da Trindade, comparando-a com o Beijo, tão banalizado nos dias de hoje, por nossos jovens, que emprestam suas bocas e línguas a qualquer um sem mais nem menos. Colocando o Amor sabemos lá onde. Que pena que o Amor, o verdadeiro Amor está morrendo. O amor sincero, o amor dom , o amor que acolhe, que se doa, que se dá por inteiro, sem trocas só doação, sabe aquele amor sublime, nostálgico, o para sempre. Para onde o Homem esta caminhando? Em que mundo viveram nossos netos? Espero em Deus que tudo isso tenha um reverso.........

Eu indico a todos(as), se puderam , ler esta Obra, foi através dela que eu me encontrei perante o Senhor, sem Viver como poderemos Crer. Através dela também conheci os ensinamentos de Santo Inácio, e acabei por fazer seus EE (exercícios espirituais), que foi de grande crescimentos interior e o forte Dom da Fé ressurgiu em mim, me levando a aprender no Silêncio, na Meditação e no Amor a Cristo assim como Inácio amou é o que devemos seguir, como ele nos ensinou:

" AMAR E LOUVAR E PARA SEMPRE SERVIR "

2 comentários:

  1. Cadê minha mamãe blogueira?
    Tá dodói né mamãe?!
    Fica calma que já já você fica espoleta de novo!
    Te amo muito!

    ResponderExcluir
  2. Oi Rô!! Que blog bonito!
    Adorei a descrição do teu perfil!

    De vez em quando eu vou entrando de blog em blog e foi assim que cá vim parar...

    Beijinhos e fica bem

    ResponderExcluir

"Concedei-nos, Senhor, a serenidade necessária
Para aceitar as coisas que não podemos modificar,
Coragem para modificar aquelas que podemos,
E sabedoria para distinguir umas das outras".

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails