quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Refletindo minha vida..-.Filhos são do mundo- Soltando minhas amarras-



Filhos São do Mundo
José Saramago

Devemos criar os filhos para o mundo. Torná-los autônomos, libertos, até
de nossas ordens. A partir de certa idade, só valem conselhos.
Especialistas ensinaram-nos a acreditar que só esta postura torna adulto
aquele bebê que um dia levamos na barriga. E a maioria de nós pais
acredita e tenta fazer isso. O que não nos impede de sofrer quando fazem
escolhas diferentes daquelas que gostaríamos ou quando eles próprios
sofrem pelas escolhas que recomendamos.

Então, filho é um ser que nos emprestaram para um curso intensivo de
como amar alguém além de nós mesmos, de como mudar nossos piores
defeitos para darmos os melhores exemplos e de aprendermos a ter
coragem. Isto mesmo! Ser pai ou mãe é o maior ato de coragem que alguém
pode ter, porque é se expor a todo tipo de dor, principalmente da
incerteza de estar agindo corretamente e do medo de perder algo tão amado.

Perder? Como? Não é nosso, recordam-se? Foi apenas um empréstimo! Então,
de quem são nossos filhos? Eu acredito que são de Deus, mas com respeito
aos ateus digamos que são deles próprios, donos de suas vidas, porém, um
tempo precisaram ser dependentes dos pais para crescerem, biológica,
sociológica, psicológica e emocionalmente.

E o meu sentimento, a minha dedicação, o meu investimento? Não deveriam
retornar em sorrisos, orgulho, netos e amparo na velhice? Pensar assim é
entender os filhos como nossos e eles, não se esqueçam, são do mundo!

Volto para casa ao fim do plantão, início de férias, mais tempo para os
fllhos, olho meus pequenos pimpolhos e penso como seria bom se não
fossem apenas empréstimo! Mas é. Eles são do mundo. O problema é que meu
coração já é deles.
Santo anjo do Senhor...

É a mais concreta realidade. Só resta a nós, mães e pais, rezar e
aproveitar todos os momentos possíveis ao lado das nossas 'crias', que
mesmo sendo 'emprestadas' são a maior parte de nós !!!

"A vida é breve, mas cabe nela muito mais do que somos capazes de viver".



Recebi esse texto por e-mail que me fez refletir muito e pensar até chegar ao ponto de tentar soltar minhas amarras com bem escreve Letícia no texto abaixo. Fiz tudo errado? Será que fiz???
E por isso pense, pense e ....





SOLTE AS AMARRAS DE LETÍCIA THOMPSON


Você já teve a impressão que a vida de todo mundo vai pra frente e a sua não? Já se perguntou por que você não consegue isso ou aquilo? Alguma vez já pensou que você anda, anda e parece estar sempre no mesmo lugar?

Há muita e muita gente assim, que dá passos e mais passos e não avança. São pessoas atracadas a algum porto e que ainda não conseguiram se libertar.

Não adianta, se estamos amarrados a alguma coisa, não dá pra ir adiante. A corrente pode até nos levar de um lado para o outro, as tempestades nos atingirem e até mesmo o sol e lindas noites de lua, mas não saímos do lugar. São as amarras da vida, problemas mal ou não resolvidos. Coisinhas que julgamos pequenas e que deixamos pra depois, mas que, estando no nosso caminho ainda, acabam nos atrapalhando.

Muitas vezes pensamos que "deixar pra lá" resolve e acabamos deixando. Nos dizemos que o tempo é o melhor remédio e não digo que não seja. Mas não há remédio que possa funcionar se a raiz do mal continua intacta.

As feridas que carregamos no nosso ser, os relacionamentos doentes, mas deixados para o amanhã, os empregos que não nos dão nenhuma satisfação, fazem com que nossa vida ande devagar, mesmo se o tempo passa e envelhecemos com ele. Falta-nos coragem para tomar atitudes e é a vida quem decide do nosso destino.

Se você quer, realmente, que sua vida ande enquanto você é jovem o bastante para bem viver, solte as amarras. Lave a alma do que te atormenta, converse sobre seus problemas com as pessoas envolvidas; no trabalho, se você acha que é seu único meio de sobrevivência e que não pode ficar sem ele, então, mude sua maneira de trabalhar, procure encontrar satisfação naquilo que você faz.

Os horizontes existem para que não percamos a fé, para que possamos sonhar com o que há do outro lado e, quem sabe, seguir nesse rumo.

Ninguém pode evoluir se está aprisionado a alguma coisa. Se tiver que se apegar, que seja então à vontade de construir algo positivo da sua vida. Nunca espere pelos outros, nunca olhe para os outros se dizendo por que eles conseguem e você não. Evite comparar-se com este ou aquele, pois você é uma pessoa única e de qualquer maneira não existe ninguém perfeito, com vida perfeita. Dando o melhor de si, você vai perceber que seu potencial é muito maior do que você pensa. Dando o primeiro passo, que geralmente é o mais difícil, os outros se seguirão.

E se você acha que sozinho não vai conseguir, há um Libertador que pode ouvir seu pranto, segurar sua mão e te ajudar.

"Cristo é a verdade que liberta."

Solte as amarras da sua vida, sejam elas quais forem, uma a uma, devagarinho. Depois navegue...e seja muito, muito feliz!

Pense nisso...

Beijos meus,


luz, paz, amor, fé e esperanaça!
Rosane!



5 comentários:

  1. Excelentes pontos de vista. Perfeitos. Não há o que comentar. Há sim que "ruminá-los" Meu grande abraço!

    ResponderExcluir
  2. Concordo é ler refletir e aprender !!!

    Bjks

    ResponderExcluir
  3. É a segunda vez que leio esse texto do Saramago hoje, é muito bom e reflete bem pelo que passamos. Beijocas minha querida!

    ResponderExcluir

  4. E dificil dizer.
    Lá em casa somos muito agarrados um com os outros, mas o renato liga diariamente pra mame enquanto o outro não. E ambos a amam demais.
    os filhos são assim,nenhum é igual ao outro
    com carinho a amiga Monica

    ResponderExcluir
  5. Muito legal seu blog e otimo, e muito criativo, se depois vocês quiser olhar o meu blog e dar a sua opnião eu ficarei muito grato: http://derlandreflexivo.blogspot.com/

    ResponderExcluir

"Concedei-nos, Senhor, a serenidade necessária
Para aceitar as coisas que não podemos modificar,
Coragem para modificar aquelas que podemos,
E sabedoria para distinguir umas das outras".

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails