sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

"A cura é uma escolha unilateral"Gerald Jampolsky e Diane Cincirione



A cura é uma escolha unilateral


Em última análise, curar nossos relacionamentos é a nossa própria escolha, já que na verdade não são os outros que estamos perdoando realmente. São apenas as nossas próprias atitudes e julgamentos a respeito deles que precisam ser perdoados.


São os nossos pensamentos e julgamentos hoje, e não mais a outra pessoa, que nos causam dor no presente. E já que estes pensamentos e julgamentos são nossos, apenas nossos, somos nós que precisamos nos empenhar em perdoar, em mudar nossa mente e nos libertar das queixas passadas. Enfim, é o nosso relacionamento com nós mesmos que precisa ser curado, e apenas nós podemos fazer isso, se esta for a nossa escolha.


É possível curar todos os nossos relacionamentos?


Sim! É possível curar não apenas alguns, mas todos os nossos relacionamentos. Podemos fazê-lo desistindo de qualquer forma preconcebida, ou dos roteiros mentais que tenhamos escrito sobre os outros. Podemos fazer isso nos dispondo a acabar com todas as queixas e pensamentos de agressividade. E podemos fazer isso por meio do processo do perdão. Podemos fazer isso:


* Reconhecendo que não somos vítimas dos nossos relacionamentos e, sim, participantes deles.


* Assumindo a responsabilidade pelos nossos pensamentos, pelas nossas escolhas e emoções, e não censurando a outra pessoa por aquilo que aconteceu no relacionamento.


* Optando por ver os outros como seres que nos amam ou, caso os percebamos como nossos agressores, optando por vê-los como seres cheios de medo que clamam por amor.


* Lembrando que aquilo que percebemos nos outros e no mundo exterior é uma projeção dos pensamentos - quer positivos quer negativos - contidos em nossa mente.


* Aprendendo a amar a nos mesmos e aos outros, perdoando em vez de julgar.
* Direcionando a nós mesmos e escolhendo ser interiormente pacíficos, não importando o que esteja acontecendo fora de nós.
Essas idéias podem afetar literalmente todos os aspectos da nossa vida. Podemos começar a lançar um novo olhar sobre o mundo e sobre todos os nossos relacionamentos. Podemos começar a reconhecer que a cura dos nossos relacionamento está diretamente ligada à Cura das Atitudes que estamos conservando em nossa mente a respeito desses relacionamentos.


Afirmações:

1 - Escolho curar meu relacionamento comigo mesmo deixando que o hábito de julgar a mim mesmo se vá.

2 - Escolho unir-me aos outros, em vez de me separar deles, abandonando meus julgamentos sobre eles.

3 - Escolho rasgar todos os roteiros que escrevi para o modo como acho que as pessoas deveriam ser em minha vida.

4 - Escolho lembrar que o que realmente conta em meus relacionamentos não é quanto eu faço ou digo, mas sim com quanto amor eu faço ou digo.

5 - As palavras que eu escolho em minhas comunicações sempre determinam se minha intenção é unir ou separar.

6 - Será por meio dos meus relacionamentos que eu vivenciarei o amor incondicional.

7 - Hoje, eu escolho lembrar-me de que realmente mereço o direito de ser feliz.

8 - Hoje, eu escolho desistir de me sentir uma vítima dos meus relacionamentos e assumirei a responsabilidade por minha vida.

9 - Sempre que ficar preso no passado ou no futuro, escolherei lembrar-me de que o amor só pode ser vivenciado no presente.

10 - Posso optar pelo amor em vez do medo, em todos os meus relacionamentos.

Gerald Jampolsky e Diane Cincirione
fonte aqui 


Fim de semana repleto de bençãos para ti!
Que a luz de Deus esteja contigo!
Encha-se de paz, amor, fé e esperança!
E ore por mim estarei orando porti!
Rosane!



4 comentários:

  1. Querida Rô, vc tem postado assuntos imporatantes e sérios e para falar a verdade eu preciso urgentemente trabalhar a afirmação nº 1. Repito, minha querida vcestá no caminho certo vivenciando esse tipo de conhecimento que leva a sabedoria e a não ter a alma tão machucada. Desejo ardentemente que seus desejos se concretizem em Deus nosso Salvador! Tenha um fim de semana ótimo. Beijão!

    ResponderExcluir
  2. Olá minha querida, reflexão importante. Saber aceitar nossa parcela de culpa em nossos relacionamentos é importante. Beijocas e obrigada pelo carinho de sempre, que 2011 seja um ano de muitas bençãos para todos nós.

    ResponderExcluir
  3. OI, Rô
    Passo,com calma,pra desejar-lhe um Novo Ano cheio de paz e prosperidade em todos os sentidos...
    Cheguei anteontem de viagem...
    As minhas férias foram deliciosas... Junto à família tudo é bom demais!!!
    Afirmações para aprofundarmos no centro vital que nos move!!!
    Bjs com gostinho de início de ano

    ResponderExcluir
  4. Muito boa a reflexão. Faz com que repensemos nossa atitude diante de conflitos e perceber que não somos vítimas, mas pessoas que precisam rever ações e resolver juntas.

    Amei!!!!

    Beijos da Kekel

    ResponderExcluir

"Concedei-nos, Senhor, a serenidade necessária
Para aceitar as coisas que não podemos modificar,
Coragem para modificar aquelas que podemos,
E sabedoria para distinguir umas das outras".

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails