quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

VIMOS SUA ESTRELA

Guiados pela estrela no céu e pela estrela de uma grande esperança no coração, os magos puseram-se a caminho. Na sua busca examinam o céu e escutam o próprio coração. Porque buscam, empreendem o caminho, vêem a estrela. Põem-se a caminho porque têm perguntas e inquietações no coração.

Para chegar ao encontro com Deus é necessário atravessar, como os magos, os desertos escaldantes e noites escuras, desinstalar-se, vencer novos obstáculos. Quem que encontrar Deus, não pode ficar preso ao passado. Precisa partir sempre de novo, mudando, cada manhã, o modo de pensar, a maneira de esperar e a forma de viver.

Para encontrar Jesus é necessário a busca e o dicernimento. Só se começa a buscar quem tem os olhos e o coração abertos para as realidades que estão além do que vêem e do que sente o coração. Sair do nosso pequeno mundo e empreender um caminho novo. Um coração aberto e despojado saberá distinguir a voz de Deus das vozes que nos querem afastar do seu caminho...

Quem é movido por uma grande esperança ou por um grande amor, tem força e entusiasmo para deixar tudo o que tem... e partir, enfrentando obstáculos, correndo riscos. A "estrela" guia nossa busca apontando para o "mais".

Muitas vezes, a estrela que nos acompanha, que nos guia e dá força para o caminho, desaparece, deixando-nos às escuras. Quando parece que Deus nos abandonou e não caminha mais ao nosso lado, então torna-se necessário perguntar: "Onde está o rei dos Judeus, recém-nascido?"

Herodes e os Magos... Os que estão contra Jesus e os planos de Deus, e os que estão a favor de Jesus e do plano de Deus... Os que não reconhecem Jesus e os que O buscam e acolhem...

Jesus nos pertuba, nos assusta, nos alarma, nos ameça?.. O que há de "Herodes" em nós?... No nosso mundo?...

Depois da busca e das perguntas, a estrela volta a aparecer para conduzir até o fim os que tinham sido chamados... Encontram um bebê numa casa pobre, filho de pais pobres, pobremente vestidos. O recém-nascido dorme segurado contra o peito de uma jovem mãe pobre. Ela nos apresenta e nos entrega Jesus, seu filho. Seu filho é para nós...

Depois que os magos viram o menino, depois que encontraram o que buscavam, os magos não precisam mais da "estrela". A glória de Deus não está nos astros do céu, mas na fragilidade dessa criançinha.

Creram naquele menino... o adoraram... prostraram-se! Jesus Salvador e Emmanuel, "Deus conosco". Nosso Deus no meio de nós, como um de nós! A busca de Deus só pode terminar na adoração e na entrega. Buscamos a Deus, não para tirar qualquer vantagem em proveito próprio, mas para reconhecer Deus como Deus. "Em seguida, abriram seus cofres, e ofereceram-lhe ouro, incenso e mirra". Jesus nos espera para acolher nossos dons, nossa homenagem, nossa adoração.

Todo verdadeiro encontro com o senhor nos despoja de nós mesmos para nos enriquecer com a sua riqueza. Quem encontrou verdadeiramente a Deus, vê o mundo e as pessoas com outros olhos.

Os sinais que Deus nos dá, nossas "Estrela", nos levam sempre ao encontro com Jesus.


Senhor, dá-me o conhecimento íntimo de Jesus que se faz homem por minha causa para que possa amá-lo e seguí-lo mais de perto.


EE de Santo Inácio
Palavra de Deus - Mt 2,1-12



“Ver a sua estrela é muito bonito, mas ver a sua face é muito melhor.”(D. L. Moody)


Um comentário:

  1. Que o Senhor faça Brilhar sempre sobre nós sua Luz por meio de suas Estrelas.

    ResponderExcluir

"Concedei-nos, Senhor, a serenidade necessária
Para aceitar as coisas que não podemos modificar,
Coragem para modificar aquelas que podemos,
E sabedoria para distinguir umas das outras".

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails