segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Parabéns Poeta Português - TORQUATO DA LUZ -

imagem aqui


Todos sabem do amor e carinho que tenho por nossos irmãos Portugueses.
Já faz algum tempo que venho acompanhando o poeta português Torquato da Luz.

Torquato reside em Lisboa Portugal, poeta e jornalista nasceu em Alcantarilha-Algarve em 1943, fez estudos secundários em Faro e superiores em Lisboa (Curso de Ciências da Informação da Universidade Católica). Foi jornalista do Diário de Lisboa, colunista de A Capital e director do Jornal Novo, de A Tarde e do 2º Canal da RTP. Professor de Deontologia da Comunicação no ensino superior. Integrou o Conselho de Imprensa e a Alta Autoridade para a Comunicação Social.
Livros Publicados - Poesia – "Os Poemas da Verdade", 1963; "Voz Suspensa", 1970; "Lucro Lírico", 1973; "A Porta da Europa", 1978; "Destino do Mar", 1991; "Deserto Próprio", 1994; "Ofício Diário", 2007.
Crónica – "O Homem na Cidade", 1968, col.; "Choque de Alegria", 1975.
Fonte aqui

Hoje ao visitar seu Blog Ofício diário tive a honra de poder deixar minha timidez de lado e colocar um comentário, pois em 29 de Novembro próximo passado seu espaço completou 4 anos de vida na blogosfera.

Fica aqui minha pequena homenagem a esse maravilhoso autor de poemas lindíssimos como esses...



Antes que...


Antes que a noite chegue e nos estenda
a sua imensa rede de emboscada.
Antes que, além da noite, a madrugada
assome e, ela também, nos surpreenda.

Antes que, rematando a manhã clara,
a luz do meio-dia nos aguarde.
Antes que, sendo cedo, seja tarde
para aquilo que o tempo nos prepara.

Antes que o sol de todo se despeça,
deixando escuridão e nada mais.

Antes, enfim, que vás e eu te esqueça
e não subsistam traços nem sinais
de ti gravados na minha cabeça
e as horas todas nos sejam iguais.



Sobre Poesia

A poesia não é
uma espécie de gaveta
onde o poeta, embora de boa fé
e cioso de si mesmo,
deita palavras a esmo.

Claro que também não sei
o que a poesia é ao certo.
Ora bosque, ora deserto,
não conheço qualquer lei
que a defina com rigor,
seja a poesia o que for.

De uma coisa, todavia,
tenho a mais funda certeza:
só acontece poesia
quando se junta à beleza
das palavras a lição
de vida que elas nos dão.

Ou...

Talvez o fim não seja o fim e ainda
haja mais qualquer coisa além do fim.
Talvez ao fim da noite que não finda
haja um dia sorrindo para mim.


Torquato da Luz



Parabéns Torquato da Luz que Deus te ilumine e que ilumine todos os tem esse maravilhoso dom de transformar em palavras o mais precioso de todos os dons o DOM DA VIDA!

Aos que por aqui passarem e são amantes da poesia assim como eu, convido a conhecerem o Espaço de Torquato da Luz "Ofício Diário" vocês ficarão encantados.


Beijos de uma linda e feliz semana a todos(as)

Rosane!


8 comentários:

  1. Vóooooooooooo........ que poesias lindas!!! Que presente logo cedoo, obrigada!!!!

    "Antes que o sol de todo se despeça,
    deixando escuridão e nada mais."

    Eu preciso de sol!! rs*

    Beijoos

    ResponderExcluir
  2. Rô, que poemas lindos!
    Vou lá conhecer o moço, com certeza!

    Obrigada por compartilhar!

    Beijão, mãezinha querida do meu coração!

    ResponderExcluir
  3. Ta inspirada Hoje hein Vó?
    Linda homenagem...
    Precisamos de coisas assim para ler mesmo, a internet está sem conteúdo, cheia de desgraça sensacionalista...
    Vou ler o blog do Poeta =)
    Estou sem muito tempo para ler (estou lendo 2 livros ao mesmo tempo, O alienista e Sagarana...o último é uma leitura muito complexa e regional! mas com paciência, quem sabe eu consiga terminá-lo) =)
    Ahh muito linda a música de fundo (do james blunt)
    Boa semana!
    Beijos...

    ResponderExcluir
  4. Vó , o dia 1 de Dezembro ficou mais gostoso ao passar por aqui e ver tão brilhante trabalho com a Literatura!!!Você deu um presentão aos seus leitores!!!!
    Parabéns!!!
    Abraço!!

    ResponderExcluir
  5. Rosane, não conheço o blogue ou o autor, mas hoje mesmo já li seu nome por aí. Sabe que tenho um apreço grande pelos poetas, então vou lá!! Obrigada!! Boa semana! Beijus

    ResponderExcluir
  6. Desculpe por não ter vindo ontem! Mas aqui estou para apreciar os versos do poeta Torquato!

    Os versos de "Sobre Poesia" me fez lembrar que já li em algum site ou blog que criar um poema não é tarefa simples, como pode parecer num primeiro momento. Realmente, não me atrevo a enveredar por esse caminho, apenas me atrevo a "ler" e "sentir" os caminhos de tantos poetas maravilhosos!

    Obrigado, Rô, por compartilhar um pouquinho dos versos do Torquato!

    Parabéns, poeta Torquato!

    ResponderExcluir
  7. Depois de Afonso Romano tem este poeta Torquato da Luz. Bons poemas mesmo. Este segundo em especial me encantou.

    Claro que também não sei
    o que a poesia é ao certo.
    Ora bosque, ora deserto,
    não conheço qualquer lei
    que a defina com rigor,
    seja a poesia o que for.


    Entao valeu a dica, e vou fazer uma visitinha à casa do escritor. Vi e achei legal ele ter vindo aqui agradecer.

    Bj!
    Inté!

    ResponderExcluir

"Concedei-nos, Senhor, a serenidade necessária
Para aceitar as coisas que não podemos modificar,
Coragem para modificar aquelas que podemos,
E sabedoria para distinguir umas das outras".

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails