terça-feira, 8 de julho de 2008

- O que mais nos conduz -



Indiferença para Santo Inácio não significa apatia e desleixo frente às coisas, às pessoas, à vida. Significa que o homem, uma vez firmado no amor de Deus, sabendo-se amado por Ele, sente-se desapegado, livre de, equilibrado em relação às influências que possam interferir em suas escolhas, deixando-se conduzir por seu amor, aberto às diferentes possibilidades da situação concreta onde a graça, possa atuar, não importando as situações difíceis que passa na vida. Não importa, nem mesmo, a Morte.

"Às vezes , Pai minha liberdade desordenada tende a agarrar-se às criaturas, na expectativa de que me tragam a plenitude; o dinheiro as riquezas, com toda a aprente segurança que trazem, são um ídolo cruel e sanguinário, que exige, cordialmente, o sacrifício de milhares de vidas humanas. Dâ-me comprender e viver o que teu Filho disse: "Não podeis servir a dois senhores. Não podeis servir a Deus e ao dinheiro".
O prestígio, a busca de "status" e projeção, o desejo de ser conhecido e de ter um nome na terra, é outro ídolo frequentemente presente em minha vida. Sutilmente, Pai, sou levado a apropriar-me dos dons, talentos e qualidades que me deste, para minha própria exaltação, buscando a estima e a honra dos homens deixando, em segundo plano, a glória que vem de ti. Não tenho o sufuciente espírito de pobreza para reconhecer que tudo recebi de ti, e de ação de graças para agradecer-te pelos talentos recebidos. Não tenho suficiente disposição para colocar esses talentos a serviço da comunidade e do Reino, para que os homens, vendo minhas boas obras, glorifiquem a Ti, Pai, que estás no céu e não a mim.
Muitos outros ídolos, Pai, ameaçam continuamente tomar o teu lugar em minha vida: a saúde, a vida longa, o prazer, o saber, o poder, o possuir..."bezerros de ouro". Com frequência, em vez de um Deus a quem seguir e submeter-me, prefiro um "bezerro de ouro", ao qual possa conduzir segundo os meus caprichos, e então torno-me escravo e perco a minha liberdade.
Pedistes a teu servo Abraão, que te sacrificasse o "único filho", e ele não hesitou, porque, para ele,só tu, Pai, eras Deus, e nenhuma criatura ocupava teu lugar em seu coração, nem mesmo seu filho, Isaac. Teu Filho, Jesus, disse: "Se tua mão te escandaliza, corta-a...se teu olho te escandaliza, arranca-o..." Pai, ajuda-me a ser livre, arranca-me das prisões e dos apegos desorndenados que me encerram, para que possa respirar um ar puro e abrir-me a um Mais, a horizontes mais amplos e iluminados, num crescente desejo de gastar a minha vida pelo Reino, grão de trigo que morre nos sulcos da história para gerar vida"
"O homem é criado para louvar, reverenciar e servir a Deus Nosso Senhor e assim ser salvo.
Todas as outras coisas são para homem, para ajudá-lo a atingir o fim para o qual é criado. Daí que o homem deve usar as coisas criadas tanto quanto o ajudem a conseguir o fim e livrar-se delas tanto quanto impeçam de atingir seu fim.
Por isso é necessário fazer-nos indiferentes em relação a todas as coisas, a tal ponto que não queiramos saúde mais que doença, riqueza mais que pobreza, honra mais que desonra, vida longa mais que vida breve e assim em tudo o mais, desejando e escolhendo somente o que mais nos conduz ao fim para o qual fomos criados"

(EE.23)


Hoje tem receitinhas e agradecimento, porque o Receitinhas e Dicas da Vovó Rô está de casa nova, confiram!

2 comentários:

  1. MINHA RAINHA, muito obrigada pelas flores que roubei.

    Devolvo em 10 dias.
    Um beijão!

    Eliana

    Ótima música!
    Gostei.

    ResponderExcluir
  2. Que lindo blog!!!!
    Ficou uma maravilha!!!
    Lindo como seu grande coração... obrigado pelos mimos.!!!

    ResponderExcluir

"Concedei-nos, Senhor, a serenidade necessária
Para aceitar as coisas que não podemos modificar,
Coragem para modificar aquelas que podemos,
E sabedoria para distinguir umas das outras".

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails