quinta-feira, 3 de julho de 2008

- Honra também se ensina -


Feliz aquele que transfere o que sabe, e aprende o que ensina.
"Cora Coralina
A Honra Também Se Ensina
É comum, em nossos dias, ouvirmos reclamações por parte de pessoas que se sentiram desrespeitadas em seus direitos.
É o médico que marca uma hora com o paciente e o deixa esperando por longo tempo, sem dar satisfação.
É o advogado que assume uma causa e depois não lhe dá o encaminhamento necessário, deixando o cliente em situação difícil
. É o contador que se compromete perante a empresa em providenciar todos os documentos exigidos por lei e, passados alguns meses, a empresa é autuada por irregularidades que este diz desconhecer.
É o engenheiro que toma a responsabilidade de uma obra, que mais tarde começa a ruir, sem que este assuma a parte que lhe diz respeito.
É o político que promete mundos e fundos e, depois de eleito, ignora a palavra empenhada juntos aos seus eleitores.
Esses e outros tantos casos acontecem com freqüência nos dias atuais.
É natural que as pessoas envolvidas em tais situações, exponham a sua indignação junto à sociedade, e reclamem os seus direitos perante a justiça.
Todavia, vale a pena refletirmos um pouco sobre a origem dessa falta de honradez por parte de alguns cidadãos.
Temos de convir que todos eles passaram pela infância e, em tese, podemos dizer que não receberam as primeiras lições de honra como deveriam.
Quando os filhos são pequenos, não damos a devida atenção às suas más inclinações ou, o que é pior, as incentivamos com o próprio exemplo.
Se nosso filho desrespeita os horários estabelecidos, não costumamos cobrar dele uma mudança de comportamento.
Se prometem alguma coisa e não cumprem, não lhes falamos sobre a importância da palavra de honra.
Assim, a palavra empenhada não é cumprida, e nós não fazemos nada para que seja.
Ademais, há pais que são os próprios exemplos de desonra.
Prometem e não cumprem. Dizem que vão fazer e não fazem. Falam, mas a sua palavra não tem o peso que deveria.
É importante que pensemos a respeito das causas antes de reclamar dos efeitos.
É imprescindível que passemos aos filhos lições de honradez.
Ensinar aos meninos que as irmãs dos outros devem ser respeitadas tanto quando suas próprias irmãs.
Que a palavra sempre deve ser honrada por aquele que a empenha.
Ensinar o respeito aos semelhantes, não os fazendo esperar horas e horas para só depois atender como que estivéssemos fazendo um grande favor.
Enfim, ensinar-lhes a fazer aos outros o que gostariam que os outros lhes fizessem, conforme orientou Jesus.
Não há efeito sem causa. Todo efeito negativo, tem uma causa igualmente negativa.
Por essa razão, antes de reclamar dos efeitos, devemos pensar se não estamos contribuindo com as causas, direta ou indiretamente.

Hoje tem receitinha la no Receitinhas e dicas da vovó Rô! Bolo Mousse de chocolate

4 comentários:

  1. OI Vó!
    Aos poucos estou voltando à ativa... Hehe...
    Esse texto éótimo. Vem ao encontro de tudo que penso sobre a educação.
    Já há algum tempo venho observando os conflitos a respeito da educação de meu sobrinho, especialmente hoje, ele teve uma atitude que muito me desagradou e lendo esse texto, fico ainda mais convicta das minhas opiniões.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Olá Rô

    Este é um dos temas mais importantes para alterarmos a sociedade para melhor. A educação desde pequenino, reflecte-se no ser humano para a vida toda e o exemplo dos pais, (não as palavras)é o roteiro seguro para o futuro.

    Adorei o seu post!
    Engraçado, pois também eu coloquei um post sobre a "Responsabilidade dos Educadores" (pais), com uma mensagem bem profunda. Cincidências?

    Um abraço
    Joana

    ResponderExcluir
  3. Oi Rô!

    Amei o texto. Sem educação, nada somos. Acho que esse é o caminho, a melhor maneira de construir uma sociedade melhor, é investir nas crianças. E os pais têm uma função muito importante nisso tudo. E não adianta seguir o lema "faça o que eu digo mas não faça o que eu faço", ou apenas mandar o filho obedecer "porque sim" ou "porque sou seu pai", não é assim que se educa. A melhor forma de educar alguém, quem quer que seja, é com bons exemplos.

    Esse post tem mesmo tudo a ver com o post da Joana, eu li!

    Beijos, Rô, e obrigada pelo seu carinho de sempre!!! Fica com Deus!

    ResponderExcluir
  4. Que bom que enfim passei por aqui! Descobri mais um blog cheio de coisas maravilhosas. A começar pela linda foto do casal. Lindo e verdadeiro esse texto sobre Honra. Penso que tudo pode ser ensinado e aprendido. Basta boa vontade e persistência. Ah! Eu também adoro copiar receitinhas gostosas, então esse blog une o útil ao agradavel. Grande abraço.

    ResponderExcluir

"Concedei-nos, Senhor, a serenidade necessária
Para aceitar as coisas que não podemos modificar,
Coragem para modificar aquelas que podemos,
E sabedoria para distinguir umas das outras".

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails