quinta-feira, 1 de setembro de 2011

"Eu sou" John Clare

A imagem reflete bem aquilo que serei no futuro e o poema me fez refletir em minha vida, como...


Gastar as minhas mágoas a mim cabe -
erguem-se e passam num revoar esquecido,
sombras de amor que a própria ânsia esmaga -
mas sou, e vivo - como névoa vaga

lançada ao nada de uma vácua lida,
ao vivo mar dos sonhos acordados,
onde não há qualquer senso da vida,
mas o naufrágio só dos bens passados.
Até os mais caros, meu amor mais fundo,
estranhos me são, ou mais que todo o mundo.






Eu sou, mas o que eu sou quem cuida ou sabe?
Em meus amigos um lembrar perdido.
Gastar as minhas mágoas a mim cabe -
erguem-se e passam num revoar esquecido,
sombras de amor que a própria ânsia esmaga -
mas sou, e vivo - como névoa vaga

lançada ao nada de uma vácua lida,
ao vivo mar dos sonhos acordados,
onde não há qualquer senso da vida,
mas o naufrágio só dos bens passados.
Até os mais caros, meu amor mais fundo,
estranhos me são, ou mais que todo o mundo.

Anseio terras que ninguém pisou,
onde mulher nunca sorriu nem chora,
e onde me unir ao Deus que me criou,
para dormir como na infância outrora -
sem que nenhum cuidado seja meu:
erva por baixo, e acima o curvo céu.


John Clare
(in «Poesia de 26 Séculos»
Antologia, tradução, prefáio
e notas de Jorge de Sena,
Edições ASA, 2001)


Poema e imagem do blog "Meus poemas favoritos"


Ramalhete EspiritualBeijos meus cheios de,
luz paz, amor fé e esperança!



3 comentários:

  1. Lindo poema, retrata nos anseios, expõe nossa alma.

    Beijo, Rô, saudades de você.

    Que Deus a abençoe sempre.

    ResponderExcluir
  2. Belo poema...marido adora. Beijocas minha querida e boa quinta-feira.

    ResponderExcluir
  3. Querida amiga
    Hoje eu vim pensando um pouquinho em meu sonho
    por favor clique no Link

    http://www.mariaalicecerqueira.com/2011/08/prezado-amigo-leitor-e-seguidor-me.html

    Muito obriga de coração

    abraço amigo
    atenciosamente Maria Alice

    ResponderExcluir

"Concedei-nos, Senhor, a serenidade necessária
Para aceitar as coisas que não podemos modificar,
Coragem para modificar aquelas que podemos,
E sabedoria para distinguir umas das outras".

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails