terça-feira, 21 de julho de 2009

- O que é mais importante? -


O QUE É MAIS IMPORTANTE ?


Dizem os provérbios: "O ótimo é inimigo do bom", "Quem tudo quer, tudo perde", "Melhor um burro vivo, do que um doutor morto". Destas e de outras maneiras vai a sabedoria popular desenrolando a nossos olhos o panorama da diferente importância das coisas que nos cercam. "Nem
tudo que brilha é ouro", "Quem vê cara não vê coração", continua ela a nos dizer com saborosa ironia. E a Sabedoria eterna acrescenta de maneira peremptória: Que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro, se vier a perder a sua vida? (Mc 8, 36)

Tudo que nos cerca é importante a seu modo e a seu tempo. Ou seja, nada do que existe é inútil ou sem sentido, nem mesmo a existência das aranhas, dos escorpiões e dos pernilongos. Se não, estariam no quadro das coisas absurdas ou do contra-senso. A carniça que tem importância para o urubu, pode não ter importância imediata para nós, mas faz sentido no conjunto da criação. Chegando mais perto, os assuntos de um professor de física podem não ser as preferências e necessidades de um pintor de paredes, embo
ra as duas profissões sejam igualmente dignas e importantes.

É conhecida a chamada Hierarquia de Prioridades, em que as coisas são vistas em ordem decrescente de importância. Há coisas que não podem esperar: o leite prestes a derramar no fogão, um acidente ao passamos pela rua, um tremor de terra que nos convida a sair imediatamente de casa ou a nos esconder por baixo de uma mesa. É o que chamamos de Urgente. Por outro lado, há um monte de coisas sem as quais não dá para sobrevivermos e até para vivermos com dignidade: são as coisas Necessárias, mais umas que outras, ocupando a maior parte de nosso tempo e de nossa atenção. Além dessas, há outras sem as quais vivemos por séculos, até descobrirmos que seriam formas de facilitar a vida, porque ajudam a fazer as coisas comuns de maneira mais eficiente ou mais rápida: são as chamadas coisas Úteis. Umas tantas outras coisas podemos escolher honestamente, porque são apenas Agradáveis: bater longos papos, ficar vendo televisão, comprar um sorvete delicioso, ficar na cama de manhã até mais tarde e assim por diante. Por sua causa algumas vezes deixamos de atender ao necessário - e até ao urgente - para satisfazer ou uma curiosidade ou um prazer momentâneo, com prejuízo declarado da coerência e do bom senso. Surgindo o conflito entre o Agradável e o Necessário, é preciso abrir mão de tal vantagem, em benefício do bem maior que está em jogo. Nem será preciso acrescentar nessa hierarquia aquelas coisas que não fazem diferença alguma e que chamamos de Supérfluas, como o número de rosas para que um buquê fique bonito, ou o número de enfeites que podem ser colocados numa mesa de centro na sala de estar. Ao enfrentarmos situações de decisão, essa Escala de Prioridades tem-se mostrado interessante e prática, facilitando chegarmos a uma conclusão feliz. Às vezes chega a ser de importância vital, como advertia Moisés ao povo: Hoje tomo o céu e a terra como testemunhas contra vós: eu te propus a vida ou a morte, a bênção ou a maldição. Escolhe, pois, a vida, para que vivas tu e a tua descendência, amando a Iahweh teu Deus, obedecendo à sua voz e apegando-te a ele (Dt 30, 19-20).

Milton Paulo de Lacerda
Exercícios Inacianos
discernimento 7




O que são Exercícios Espirituais de santo Inácio de Loyola?

Inácio responde nas suas Anotações para se adquirir alguma compreensão dos EE e ajudar tanto quem os dá, como quem os recebe: "Por exercícios espirituais se entende qualquer modo de examinar a consciência, de meditar, de contemplar, de orar vocal e mentalmente, e outras atividades espirituais, de que adiante falaremos. Assim como passear, caminhar e correr são exercícios corporais, chamam-se exercícios espirituais diversos modos da pessoa se preparar e dispor para tirar de si todas as afeições desordenadas. E, depois de tirar estas, buscar e encontrar a vontade divina na disposição de sua vida para sua salvação."

A EXPERIÊNCIA FUNDAMENTAL DO LEIGO IÑIGO DE LOYOLA

Deus o atraía e o movia para mais qualidade de vida! Esta foi a descoberta fundamental do leigo Iñigo de Loyola, por ocasião das leituras da Vida de Cristo e da Vida dos Santos, no seu leito de convalescente.

Partindo daí Inácio continuou, no dia a dia da sua vida, descobrindo Jesus e aderindo a ele. Viveu mais plenamente. De todos os seus sete irmãos é o único ainda lembrado e apreciado em todos os cincos continentes.

Você também pode se preparar e se dispor para saborear a mesma descoberta e fazer uma caminhada semelhante atingindo mais qualidade de vida em sua vida!

Sim, você pode fazer os famosos Exercícios Espirituais de Santo Inácio de Loyola.
No cotidiano da sua vida, mantendo suas atividades costumeiras.
Pessoalmente, respeitando o seu ritmo e as suas particularidades.


Se você se interessar em fazer os Exercícios Inacianos é só clicar aqui

É uma experiência de conhecimento interior gratificante.

Exercícios Espirituais nada tem haver com Estudo bíblico é algo que te ajudará a enfrentar o cotiadono da vida.


Bom dia a todos e todas!

Que este seja un dia de paz, luz e esperança!

Rosane!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Concedei-nos, Senhor, a serenidade necessária
Para aceitar as coisas que não podemos modificar,
Coragem para modificar aquelas que podemos,
E sabedoria para distinguir umas das outras".

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails