segunda-feira, 23 de junho de 2008

Como Sândalo...


Ontem depois de sair da missa, fiquei há pensar na palavra do evangelho do dia:
Disse Jesus a seus apóstolos:_ "Não tenhais medo dos homens, pois nada há de encoberto que não seja revelado e nada há de escondido que não seja conhecido.O que vos digo na escuridão, dizê-o à luz do dia; o que escutais ao pé do ouvido, proclamai-o sobre os telhados! Não tenhais medo daqueles que matam o corpo, mas não podem matar a alma! Pelo contrário temei aquele que pode destruir a alma e o corpo no inferno! segue...Mateus ( 10,26,33 ).
Durante a semana que passou a Du fez uma postagem de indignação a respeito do ocorrido triplo assassinato no Morro da providência (cidade do Rio de Janeiro) juntamente com a Juliana. Postagens essas que causou comentários polémicos e tão absurdos como o triplo assassinato.
Tanto como elas, fiquei a semana toda pensando no que li e vivendo cá de minha casa a tristeza de ver três jovens entregues por homens que deveriam cuidar de nossa segurança e que por alguns trocados acabam com a vida de seres humanos, que na tenra idade se vão.
A resposta me veio com o evangelho desse domingo como sitei acima. E a reflexão que li do folheto da missa escrita pelo Padre José Bortolini ,ssp, veio me dar pelo menos um resposta de Deus a tantas indagações, a tantas perguntas que fiz e todos fizemos. Pode ser uma resposta que para muitos nada possa representar, apenas tem valor para aqueles que crêem em Deus e na sua justiça, pois na justiça dos homens eu nunca acreditei, agora então, como posso acreditar???

A reflexão de Padre Bortolini::-

Sândalo é uma planta aromática e medicinal. À medida que o machado a corta, ela vai exalando mais e mais seu aroma, perfumando até mesmo a ferramenta que a corta. Por isso o Sândalo é metáfora do cristão. Na história antiga da igreja, bem no começo, viveu-se a era dos mártires. Recentemente, na América Latina e um pouco em todos os continentes, reviveu-se essa era, com centenas de pessoas que deram o sangue pela evangelização e pelo reino. Perguntamos se na história da igreja e da humanidade há momentos de fé mais expressivos do que esses;"AQUI EU FAÇO A COMPARAÇÃO COM O TRIPLO ASSASINATO" , usando a metáfora do Sândalo, se há outras épocas mais aromáticas do que essas. Parece que não.Contudo, não se trata de fazer apologia do martírio ou de incentivar as pessoas a buscá-lo. É sempre oportuno lembrar o que diz o Salmo 116,15::"Javé lamenta profundamente a morte de seus fiéis".Ele, amante da vida, quer seus fiéis vivos. Santo Irineu afirmou: "A gloria de Deus é o ser humano vivo...e a vida do ser humano é a visão de Deus".
Martírio é sempre denúncia de que não há liberdade e justiça. A Bandeira do Cristão não é o martírio, mas o reino, que elimina todas as injustiças. Quando o reino se concretizar, então não teremos mais Mártires. Enquanto isso não acontece, o martírio se torna denúncia:: Acusa a ausência de Liberdade e da Justiça.
No evangelho de hoje, fala-se bastante de temer/não temer. O medo de expressar a Fé paralisa e engessa o testemunho do Cristão, ao passo que a coragem de testemunhar Jesus Cristo num contexto hostil confere aos cristãos sua verdadeira identidade. Um dado preocupante::

"No acerto final, o testemunho que Jesus dará de nós será proporcional ao testemunho que tivemos dado a ele.
Eu complemento com o testemunho de Fé, de coragem e de Indignação da Du e da Juliana.

Não deixem de ler principalmente os comentários...







Amanheceu
de Jorge Vercilo

Amanheceu
como num segundo
Amanheceu
apesar de tudo
Amanheceu
um raio no escuro
Amanheceu
simples e absurdo
Amanheceu
uma nova era
Amanheceu
renasceu da guerra
Amanheceu
um planeta mudo
Amanheceu
Era o fim da estrada
Era o fim do mundo ali
mas o sol brilhava inacreditável em si
Não se imaginava foi o fim de tudo,
eu vi mas o sol teimava em raiar e resistir
E no mesmo dia em que a "profecia do fim"se revelaria,
eu te conheci assim...






Hoje tem receitinhas lá no Receitinhas e Dicas da Vovó Rô, deixem seus comentários, fico feliz quando vocês visitam o lugar mais aconchegante da minha casa "minha cozinha".

3 comentários:

  1. Oi Rô!!

    Eu não tenho visto televisão, não fiquei sabendo desse caso não. Morrer violentamente seja em qualquer idade é muito desumano, muito cruel.

    O homem usa a palavra de Deus para fazer e desfazer qualquer coisa... isso já é tão velho que parece estar entranhado no ser humano.

    É lamentável a "era" de falta de amor e respeito ao próximo... não há paz em lado algum.

    Que Deus seja sempre por nós!

    Beijos querida e uma excelente semana

    ResponderExcluir
  2. Vovó, muito obrigada pelo apoio! Eu não quero e não posso perder o restinho de esperança que ainda tenho na humanidade, não devo. Mesmo que às vezes pareça difícil suportar tanto descaso da sociedade, tanta corrupção em nome do poder...às vezes eu desanimo e choro muito pelo nosso povo, mas adianta chorar? Não. Acho que como cidadãos temos que fazer cada um a nossa parte, seja conversando e tentando conscientizar as pessoas, seja tentando fazê-las pensar e não aceitar o que a mídia nos entrega como fato consumado, seja com nossas crianças. Sim. É quase impossível mudar o jeito de um adulto pensar, mas uma criança tem a alma preparada para o novo.A minha sugestão é cuidar de nossas crianças para que se tornem adultos conscientes e que trabalhem para o coletivo. Que não cresçam egoístas. Que tenham fé.
    Sonhar não custa nada, né vovó? Adianta lutarmos para a conservação do meio ambiente se não cuidarmos da educação das nossas crianças? Não. Tudo é EDUCAÇÃO vovó. É do que o nosso País mais precisa.

    ResponderExcluir
  3. Desculpe se acabei misturando tudo aí, Rô! Mas é que esses assuntos mexem com meus nervos! heheheheheh

    Beijão querida!

    ResponderExcluir

"Concedei-nos, Senhor, a serenidade necessária
Para aceitar as coisas que não podemos modificar,
Coragem para modificar aquelas que podemos,
E sabedoria para distinguir umas das outras".

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails